29 de junho de 2022 - 10:06

HomeDESTAQUE DA HORAPescadores de Cananéia estão entre os contemplados por projeto que prevê pagamento...

Pescadores de Cananéia estão entre os contemplados por projeto que prevê pagamento por resíduos recolhidos do mar

A Fundação Florestal, em parceria com a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente e com as cidades de Cananéia, Itanhaém e Ubatuba, faz o lançamento, nesta quarta-feira (6) do projeto ‘Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) Mar Sem Lixo’.

Nesta primeira fase do projeto, pescadores artesanais de arrasto de camarão dos municípios referidos, que coletam lixo do mar enquanto realizam a atividade pesqueira, receberão uma gratificação que prevê pagamentos via cartão-alimentação, de até R$ 600. Futuramente, a ideia é expandir o projeto para outros municípios do litoral paulista.

O valor repassado dependerá do volume de lixo recolhido mensalmente e está regulamentado pelo projeto de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) Mar Sem Lixo, desenvolvido pela Fundação Florestal – ligada à SIMA.

No processo de recolhimento do lixo, serão disponibilizados Pontos de Recebimento de Resíduos Retirados do Mar (PRRMs). Com o PSA Mar Sem Lixo, será possível criar um mecanismo de incentivo à remoção de resíduos sólidos do ambiente marinho, uma vez que o lixo no mar é um problema que persiste.

Os pescadores interessados em participar, devem se cadastrar até o dia 05 de maio na respectiva APA Marinha. (Acesse o formulário aqui).

O projeto conta com o intermédio da Coordenadoria de Planejamento Ambiental (CPLA) e Coordenadoria de Saneamento e tem como parceiros o Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo, o Instituto de Pesquisas Ambientais (IPA) e a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), Coordenadoria de Educação Ambiental (CEA) vinculados à Sima, Colônias e Associações de pescadores e cooperativas de catadores.

Para mais informações, visite a página do PSA Mar Sem Lixo.

 

Diário do Ribeira

 

 

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS