3 de julho de 2022 - 18:33

HomeBRASILSérgio Camargo deixa Fundação Palmares e dispara: 'Chora, negrada vitimista'

Sérgio Camargo deixa Fundação Palmares e dispara: ‘Chora, negrada vitimista’

O ex-presidente da Fundação Palmares Sérgio Camargo (PL) se manifestou no Twitter após ter deixado a instituição. Ao compartilhar uma foto com Jair Bolsonaro (PL) e recortes de notícias, Camargo escreveu: “Chora, negrada vitimista”.

As manchetes recortadas exibem a notícia da exoneração de Sérgio Camargo, que deixou a Palmares para lançar a pré-candidatura a deputado federal por São Paulo.

Camargo se filiou ao PL, mesmo partido do presidente da República. Na imagem compartilhada no Twitter de Camargo, há escrito: “sou o terror dos afromimizentos e libertei a Palmares kkk. A batalha continuará na Câmara Federal”.

Na manhã deste domingo, em novo tuíte, ele disse que vai “detonar o discurso e as pautas da militância vitimista”. “Chega dessa porcaria! Negros não precisam ser vítimas. Negros não precisam ser de esquerda. Negros são livres”, escreveu.

Não é a primeira vez que Camargo publica frases racistas e agressivas. Desde que assumiu o posto de presidente da Fundação Palmares, ele foi criticado por lideranças de movimentos negros por essas manifestações.

A mais recente foi em fevereiro deste ano, Camargo foi alvo de diversos pedidos judiciais depois de afirmar que o refugiado congolês Moïse Kabagambe, espancado até a morte no Rio, era “vagabundo morto por vagabundos mais fortes”.

O ex-presidente da Fundação Palmares, que se define como “negro de direita, antivitimista, inimigo do politicamente correto, livre”, nega a existência do racismo estrutural e chamou movimentos negros de “conjunto de escravos ideológicos da esquerda”.

 

Diário do Ribeira / Gazeta SP

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS