17 de maio de 2022 - 00:56

HomeDESTAQUES DO DIAAplicativo chinês TikTok desbanca Google como domínio mais popular do mundo

Aplicativo chinês TikTok desbanca Google como domínio mais popular do mundo

O ano vai terminar amargo para o Google. O impressionante crescimento do TikTok fez com que o aplicativo de vídeos curtos destronasse a ferramenta que é quase sinônimo de buscas na internet do posto de domínio mais popular do mundo.

A notícia foi dada pela empresa de segurança web Cloudflare, que divulgou ontem seu relatório Year in Review,  apresentando os domínios que obtiveram mais tráfego de um ano para o outro.

A conquista seguiu-se a outra boa notícia para os chineses: na segunda-feira (20), a ByteDance, holding do TikTok, foi apontada em um estudo global como a maior empresa unicórnio (com valor acima de US$ 1 bilhão) não listada em bolsa de valores do mundo, com um valor estimado de US$ 350 bilhões.

A performance dos rivais do TikTok

No ano passado, o TikTok ocupava apenas a sétima posição entre os domínios de mais alto tráfego. Este ano, desbancou não só o Google.com (que liderara o ranking anterior, incluindo Maps, Translate e News), como também Facebook, Microsoft, Apple, Amazon, Netflix, Youtube, Twitter e WhatsApp, que completam nessa ordem o Top 10 de 2021.

Segundo a Cloudfare, o aplicativo de compartilhamento de vídeo de propriedade chinesa ultrapassou o mecanismo de pesquisa americano em fevereiro, março e junho. E vem mantendo o primeiro lugar desde agosto.

Até a tomada da liderança pelo TikTok, o Google dominava, mas passou a aparecer ocasionalmente no topo a partir de agosto.

A Cloudflare classifica o Facebook como “um sólido número três”, posição que ocupou ao longo de todo o ano de 2021, exceto em outubro, quando caiu para o quarto lugar. Naquele mês, seu sistema sofreu uma pane e retirou todas as suas plataformas do ar durante algumas horas.

Na quarta posição, o domínio Microsoft.com conta com o tráfego para o Teams e o Office 365, enquanto a Apple, que aparece logo depois, é turbinada pelo tráfego para a Apple TV.

O YouTube, que fechou o ano em oitavo lugar, liderou o ranking em um único dia. Foi em 2 de fevereiro de 2021, quando estrearam alguns comerciais do Superbowl.

O tráfego daquele dia também foi ajudado por um vídeo do golpe em Mianmar que tinha acontecido na véspera e que foi amplamente compartilhado na plataforma.

Pandemia ajudou crescimento do TikTok

Muitas dessas empresas ganharam terreno com a pandemia. O confinamento impulsionou as compras online em vários países, aumentou o tempo disponível para assistir filmes e séries via streaming e fez com que os serviços de mensagem fossem a forma mais regular de contato com familiares e amigos.

No entanto, de todas elas o TikTok foi a que mais se beneficiou do isolamento. Antes da pandemia, o aplicativo era popular principalmente entre os adolescentes, e poucos apostavam que ele poderia agradar aos adultos.

No entanto, com o isolamento social, usuários de faixas de idade mais altas começaram a participar, e tomaram gosto pela coisa.  A empresa de pesquisas Statista constatou  um aumento de 180% entre os usuários americanos do TikTok na faixa de 15 a 25 anos no ano passado.

TikTok foi baixado mais de 3 bilhões de vezes em julho

O crescimento do TikTok já tinha sido detectado antes.

Em setembro, um relatório da consultoria App Annie revelou que o aplicativo chinês havia ultrapassado no segundo trimestre deste ano o YouTube nos Estados Unidos (EUA) e Reino Unido em tempo médio de vídeos assistidos por seus usuários.

A métrica de tempo gasto da App Annie contabiliza apenas audiência nos telefones Android e não inclui a China, onde o TikTok — conhecido localmente como Douyin — é um dos principais aplicativos.

Em julho, o aplicativo bateu 3 bilhões de dowloads. Essa marca só tinha sido atingida anteriormente pelo Facebook, de acordo com a empresa de dados Sensor Tower.

Criado pela chinesa ByteDance, o TikTok foi lançado globalmente em 2018, quando se fundiu com o Musical.ly, um aplicativo que permite aos usuários compartilhar vídeos de si mesmos sincronizando os lábios com músicas.

Esse conteúdo é um pilar do TikTok hoje, embora os criadores também tenham encontrado popularidade fazendo milhões de outros vídeos sobre temas variados como fitness e culinária.

Com o sucesso, marcas globais passaram a pagar criadores de conteúdo para comercializar seus produtos no aplicativo.

Marcas globais atraídas para o TikTok

Com a criação do TikTok World, plataforma dedicada a marcas interessadas em exibir conteúdo na rede social, a rede deu mais um passo para disputar as verbas publicitárias com outras plataformas.

“Quando as marcas ingressam no TikTok, dizemos a elas que pensem como profissionais de marketing e ajam como criadores. Um total de 61% dos nossos usuários dizem que os vídeos no TikTok são mais exclusivos do que em qualquer outra plataforma, e 7 em cada 10 dizem que os anúncios do TikTok são agradáveis”, afirma a empresa.

Um dos exemplos é o da grife americana Marc Jacobs, que usou a plataforma para uma campanha do perfume Perfect.

 

Diário do Ribeira / Gazeta SP

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS