19 de setembro de 2021 - 01:23

HomeESTADOAqui 'do lado': São Bernardo e Santo André iniciam toque de recolher

Aqui ‘do lado’: São Bernardo e Santo André iniciam toque de recolher

O toque de recolher noturno em Santo André e São Bernardo do Campo (ABC), adotado por causa na alta nas taxas de internações pela Covid-19, começou nesta segunda-feira (31). Entre as principais mudanças estão o limite de funcionamento de estabelecimentos comerciais, que não são essenciais, entre 6h e 21h, e a interrupção do transporte público municipal das 22h às 4h.

Em São Bernardo, gestão Orlando Morando (PSDB), o período restritivo vai até 13 de junho. Também será proibida a prática de esportes coletivos em áreas públicas e privadas, lutas de artes marciais e o funcionamento de saunas e vestiários.

Além disso, a prefeitura afirma que barreiras policiais serão montadas em pontos estratégicos para fiscalização. Quem desrespeitar será multado e, se necessário, interditará de estabelecimentos infratores.

A dona de casa Priscila Ferreira, 41 anos, é a favor da restrição. “À noite os bares estão cheios, sem falar nos pancadões que a gente sabe que acontecem por aí. Vamos ver se isso inibe essa turma”, disse.

São Bernardo tinha até este sábado (29) 74.317 casos de Covid-19 e 2.572 mortos pela doença. A taxa de ocupação de enfermaria era de 64% e a de UTI 73%.

Em Santo André, gestão Paulo Serra (PSDB), não haverá multa para quem descumprir as regras, mas sim ações de conscientização para a importância do toque de recolher, que vai até o dia 14 de junho.

O engenheiro Fábio Marques, 37 anos, acha que as restrições são necessárias. “A população não é consciente”, afirmou.

Segundo o boletim epidemiológico de sexta (28), Santo André tinha 54.946 casos confirmados da doença e 2.109 mortes. A taxa de ocupação de de enfermaria era de 50% e de UTI 60%.

 

VEJA COMO VAI FUNCIONAR:
Início: 31/5 (segunda-feira)
Horário de restrição: das 22h às 4h
Quando termina: 13 de junho (São Bernardo do Campo) e 14 de junho (Santo André)

 

São Bernardo
> Atividades econômicas, sociais e administrativas poderão funcionar entre 6h e 21h com 40% de ocupação e uso obrigatório de máscara e álcool em gel, além da aferição de temperatura
> Ônibus não poderão circular entre 22h e 4h
> Delivery estará autorizado a funcionar até meia-noite
> Sistemas drive-thru e de retirada só até às 21h
> Poderão circular pessoas que estejam a caminho de serviços de urgência e emergência, farmácias, hospitais veterinários, bem como trabalhadores da indústria, telecomunicações e segurança
> Poderão funcionar as atividades de serviços de limpeza pública, manutenção urbana e serviço funerário
> Liberado transporte privado de passageiros
> Será proibida a prática de esportes coletivos em áreas públicas e privadas, inclusive em clubes sociais e esportivos
> Barreiras policiais serão montadas em pontos estratégicos pela força de segurança da cidade

De acordo com a prefeitura, a pessoa ou o estabelecimento comercial que descumprir o decreto poderão ser multados administrativamente e o local interditado.

 

Santo André
> Atividades comerciais poderão funcionar entre das 6h às 21h com limite de 40% de ocupação
> Ficará restrita a circulação de pessoas e veículos, com exceção dos casos de necessidade, urgência e emergência
> Ônibus não poderão circular entre 22h e 4h
> Delivery estará autorizado a funcionar até meia-noite
> Parques municipais poderão funcionar entre 6h e 18h
> Não está prevista aplicação de multa para quem descumprir o toque de recolher, mas sim ações de conscientização e orientação.

Fontes: prefeituras de Santo André e de São Bernardo do Campo.

 

Diário do Ribeira/Gazeta SP

Foto: Agência Brasil

Boteco do Véio II

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS