14 de abril de 2024 - 05:43

HomeBRASILRelógio devolvido por Bolsonaro custa R$ 800 mil e é moldado em...

Relógio devolvido por Bolsonaro custa R$ 800 mil e é moldado em ouro

A caixa de joias que os ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) entregou nesta sexta-feira (24) à Caixa Econômica Federal inclui um dos relógios mais raros do mundo, avaliado em aproximadamente R$ 800 mil.

Apresentado em 2014 e com apenas 25 unidades produzidas, o Chopard L.U.C Tourbillon Qualité Fleurier tem caixa moldada em ouro de origem controlada. A empresa garante que o processo de extração do metal foi feito de forma artesanal por trabalhadores regularizados, sem exploração da mão de obra.

As minas ficam na América do Sul, mas a empresa não disse em quais países.

Na ativa desde 2004, a Qualité Fleurier é uma entidade que faz o monitoramento da produção e oferece certificações no segmento da alta relojoaria. A Chopard é uma das parceiras da iniciativa.

Até a pulseira de couro de jacaré tem origem controlada -para azar dos jacarés. Nesse caso, o certificado é emitido pela Cites (sigla em inglês para Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies Silvestres Ameaçadas de Extinção).

Mas esse Chopard vai muito além da reunião de matérias-primas consideradas nobres. O movimento turbilhão utilizado no relógio é o ápice do segmento.

As funções aplicadas na relojoaria são chamadas de complicações. Nesse caso, é de fato muito complicado.

O calibre desse modelo -que, grosso modo, é a máquina que faz tudo acontecer- se chama L.U.C. 0213-L1. É necessário dar corda manualmente para que entre em atividade, mas, após esse procedimento, serão cerca de nove dias de funcionamento absolutamente preciso.

É para isso que serve o mostrador posicionado logo acima dos ponteiros principais: há uma escala analógica que exibe o tempo em que o relógio continuará funcionando até ser preciso dar corda novamente.

O movimento pode ser visto: o fundo do relógio é de safira, material à prova de arranhões que também é usado na parte frontal.

Nas bordas aparecem uma série de letras números que garantem a procedência e a exclusividade desse Chopard. A nomenclatura Au750, por exemplo, determina que há 75% de ouro puro em sua manufatura. Até o sistema de fechamento da pulseira é feito com o metal nobre.

Diário do Ribeira / Gazeta SP

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS