14 de abril de 2024 - 04:53

HomeBRASILPL agora diz que Bolsonaro retorna ao Brasil na próxima quinta-feira

PL agora diz que Bolsonaro retorna ao Brasil na próxima quinta-feira

O Partido Liberal, sigla do ex-presidente Jair Bolsonaro, anunciou o seu retorno ao Brasil para a próxima quinta-feira (30), após uma temporada de quase três meses nos Estados Unidos.

Essa não é a primeira vez que uma data de retorno de Bolsonaro chega a ser anunciada. Sempre houve recuos nas ocasiões anteriores.

“Valdemar confirma retorno de Bolsonaro. Nosso Presidente Nacional, Valdemar Costa Neto, confirma a todos que Jair Bolsonaro irá retornar ao Brasil no dia 30 de março”, afirma a sigla em suas redes sociais.

A informação também foi confirmada à reportagem por Fabio Wajngarten, ex-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.

O ex-presidente deve embarcar em Orlando na noite do dia 29 de março, para chegar por volta de 7h do dia seguinte.

Essa, no entanto, não é a primeira vez que aliados de Bolsonaro anunciam o seu retorno ao Brasil.

No início deste mês, o filho mais velho do ex-mandatário, o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) anunciou em suas redes sociais que seu pai voltaria ao Brasil no dia 15. Depois de 14 minutos, fez uma nova postagem recuando.

“Acabou a espera! Bolsonaro vem aí! No dia 15 de março, o nosso Johnny Bravo volta para o Brasil. Já pode pendurar a bandeira verde e amarela e vestir as cores do nosso País. Juntos, vamos fazer uma oposição forte e responsável, pelo bem do nosso Brasil. Deus, pátria e família!”, escreveu o primogênito de Bolsonaro.

Minutos depois escreveu: “Peço desculpas pela postagem anterior, deve ser a saudade grande! Na verdade a data de retorno do nosso líder @jairbolsonaro no dia 15/março era provável, mas não confirmada ainda. Assim que houver uma data definitiva ele mesmo divulgará, tá ok!.”

Bolsonaro viajou para os EUA em 30 de dezembro de 2022, um dia antes de deixar a Presidência, e, rompendo uma tradição democrática, não passou a faixa presidencial para seu sucessor, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Caso o seu retorno seja efetivado dessa vez, ele vai pisar em território brasileiro no momento em que seu rival Lula estará em viagem presidencial à China.

O petista adiou a sua viagem, inicialmente prevista para a manhã de sábado (25), por ter sido diagnosticado com pneumonia. No entanto, deve embarcar no dia seguinte, acompanhado de uma grande comitiva de ministros e empresários.

Nesta sexta-feira (24), após determinação do TCU (Tribunal de Contas da União), advogados do ex-presidente entregaram à Caixa Econômica Federal em Brasília as joias que recebeu de presente da Arábia Saudita em 2021.

Diário do Ribeira / Gazeta SP

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS