14 de abril de 2024 - 04:13

HomeDESTAQUES DO DIAEm gesto de solidariedade, família doa órgãos de vítima de grave acidente...

Em gesto de solidariedade, família doa órgãos de vítima de grave acidente na BR 116  

A Comissão Intra-hospitalar de Transplante (CIHT) do Hospital Regional Dr. Leopoldo Bevilacqua (HRLB/CONSAÚDE) realizou a captação de órgãos da técnica de enfermagem de 25 anos Bianca, vítima de um acidente em que houve o tombamento de ônibus na madrugada do dia 17 de março, na Rodovia Régis Bittencourt. Ela estava internada na UTI do HRLB em estado grave e sofreu morte encefálica. A captação ocorreu na manhã desta segunda-feira (20). Em um gesto de amor ao próximo, a família da jovem autorizou a doação. Foram captados pulmões, fígado, rins, pâncreas e córneas.

Por este gesto de amor e humanidade, as equipes do HRLB/CONSAÚDE fizeram uma homenagem à jovem Bianca. Nos corredores do Hospital, em atitude de respeito e gratidão, os profissionais, em silêncio, acompanharam a passagem da maca da paciente no momento em que ela seguia para a captação.

Participaram diretamente dos procedimentos para a captação o diretor-técnico do HRLB Dr. Fredy Paredes; a equipe da UTI composta pelo médico-intensivista Dr. Gregue Marques e o neurocirurgião Dr. Alexandre Negrão; o anestesista Rafael Celi; as equipes do CIHT vinculada a OPO (Organização de Procura de Órgão), a coordenadora da UTI enfermeira Janda Pereira de Araujo, o coordenador do centro cirúrgico enfermeiro Richard Albert Schwangart, o supervisor noturno enfermeiro André Arcari e o diretor de enfermagem do HRLB, enfermeiro Denis Lima.

A equipe do HRLB/CONSAÚDE realizou dois testes clínicos e teste de apneia na paciente. O exame de imagem que constata a morte encefálica foi realizado por um médico credenciado pela Central Estadual de Transplantes. Todos os exames confirmaram o quadro de morte encefálica para que a doação fosse possível. Equipes do Hospital das Clínicas e do Albert Einstein estiveram no HRLB/CONSAÚDE para a retirada dos órgãos.

Logo após a captação, já em Registro, parte da equipe técnica partiu em um helicóptero Águia da Polícia Militar para levar os pulmões para o Albert Einstein. Os demais órgãos seguiram por via terrestre, com destino a diversos Hospitais do Estado de São Paulo onde há pacientes na fila de espera dos transplantes. O fígado seguiu para o Hospital de Botucatu; pâncreas e rim esquerdo para o Hospital do Rim; rim direito para Hospital das Clínicas e córneas seguiram para o Banco de Olhos de São Paulo. Vidas foram salvas.

Sobre a CIHT

A CIHT do HRLB/CONSAÚDE é vinculada a OPO (Organização de Procura de Órgão) do Hospital das Clínicas de São Paulo. A Comissão do HRLB foi constituída e aprovada pela Portaria nº 002/2012, de 29 de fevereiro de 2012. O Hospital foi incluído no Programa Paulista de Apoio às Comissões Intra-hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes, programa do qual fazem parte hospitais que, em 2013, notificaram maior número de mortes encefálicas no Estado de São Paulo.

A anuência dos familiares é fundamental no processo de captação e doação dos órgãos e a conscientização das pessoas sobre a importância da doação é necessária. São muitas as pessoas que estão na fila de transplante. Por isto é tão importante a conscientização sobre a doação de órgãos, que salva muitas vidas.

Diário do Ribeira 

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS