3 de julho de 2022 - 18:29

HomeESPORTESCorinthians joga mal, vê defesa falhar e é derrotado pelo Always Ready

Corinthians joga mal, vê defesa falhar e é derrotado pelo Always Ready

Principal objetivo do clube para esta temporada, o Corinthians estreou com derrota na Copa Libertadores, nesta terça-feira (5). Jogando nos mais de 3.600 metros de altitude de La Paz, na Bolívia, o clube alvinegro controlou a posse de bola, mas teve uma atuação abaixo do esperado e acabou superado pelo Always Ready, por 2 a 0, em lances de desatenção do sistema defensivo.

Coletivamente, o Corinthians teve uma noite para ser esquecida em La Paz. O time até conseguiu ocupar o campo de defesa do Always Ready, como pedido pelo técnico Vítor Pereira, porém falhou na execução das jogadas de ataque e não conseguiu criar grandes lances de perigo. Defensivamente, no entanto, o Alvinegro viu falhas de João Pedro e João Victor e saiu derrotado.

O próximo compromisso do Corinthians pela Copa Libertadores acontece na próxima quarta (13), contra o Deportivo Cali, na Neo Química Arena. Também nesta noite, a equipe colombiana bateu o Boca Juniors, em casa, e lidera o Grupo E ao lado do Always Ready com três pontos ganhos.

O Corinthians mal teve tempo para se adaptar à altitude de La Paz e impor seu ritmo de jogo. Isto porque, com apenas seis minutos de partida, o lateral Jorge Flores foi lançado ao ataque, apareceu nas costas de João Pedro e ganhou na corrida. O defensor corintiano entrelaçou os braços no ombro do adversário e cometeu o pênalti. Na cobrança, Riquelme bateu alto e não deu chance de defesa ao goleiro Cássio.

Em desvantagem no marcador, o Corinthians manteve o plano tático montado por Vítor Pereira e ocupou o campo de defesa do Always Ready com os dez jogadores de linha, trabalhando a bola de um lado para outro. Apesar dos 73% da posse de bola e o domínio das ações do jogo, o elenco corinthiano pouco perigo apresentou ao goleiro Giménez e foi para o intervalo com a derrota parcial.

Em busca de soluções e de um time mais agressivo, o técnico Vítor Pereira fez duas mudanças no intervalo: sacou Adson e colocou Róger Guedes, e promoveu a reestreia do volante Maycon ao tirar o lateral João Pedro. As ideias do treinador, no entanto, não contavam com um gol relâmpago do Always com apenas um minuto do segundo tempo. Em uma rápida troca de passes, Ramallo e Riquelme tabelaram por entre os defensores do Corinthians e o meia apareceu livre para dar um toque e deslocar Cássio.

Classificado para a Copa Libertadores como vice-campeão boliviano, o Always Ready soube se aproveitar da fragilidade defensiva do Corinthians para conquistar a vitória em La Paz. O time da casa abriu o placar com rapidez e passou a adotar uma postura recuada, com as linhas de marcação baixas e apostando na velocidade dos contra-ataques. Nas raras vezes em que apareceu ao ataque conseguiu concluir ao gol adversário e ainda soube anular o sistema ofensivo da equipe brasileira.

Em busca de soluções para o problema de criação do Corinthians, Vítor Pereira colocou Giuliano, Mosquito e Lucas Piton ao longo do segundo tempo e deixou a formação extremamente ofensiva. As mudanças, no entanto, não deram intensidade ao Timão no campo de ataque e o time seguiu com grandes dificuldades para chutar ao gol do Always Ready.

Derrotado na estreia da Copa Libertadores, o Corinthians agora foca na estreia do Campeonato Brasileiro, domingo (10), contra o Botafogo no Engenhão. A delegação do time alvinegro desembarca nesta quarta-feira (6) na capital paulista e tem quatro dias de preparação antes do duelo no Rio de Janeiro.

ALWAYS READY
Giménez; Enoumba, Alex Rambal, Cabrera e Jorge Flores; Adrián, Chumacero, Rodrigo Ramallo (Blanco), Cristaldo e Arce; Riquelme (Gustavo Torres). T.: Eduardo Villegas.

CORINTHIANS
Cássio; João Pedro (Maycon), João Victor, Gil e Fábio Santos; Du Queiroz, Paulinho (Gustavo Mosquito) e Renato Augusto; Adson (Róger Guedes), Willian (Lucas Piton) e Jô (Giuliano). T.: Vítor Pereira.

Estádio: Hernando Siles, em La Paz (Bolívia)
Árbitro: Piero Maza (Chile)
Assistentes: Alejandro Molina (Chile) e Miguel Rocha (Chile)
Cartões amarelos: Enoumba (ALW); João Pedro (COR)
Gols: Riquelme (ALW), aos 7’/1ºT; Rodrigo Ramallo (ALW), ao 1’/2ºT

Diário do Ribeira / Gazeta SP

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS