5 de julho de 2022 - 00:26

HomeBRASILGasolina a R$ 0,55 e arroz a R$ 0,64: relembre preços antigos...

Gasolina a R$ 0,55 e arroz a R$ 0,64: relembre preços antigos de produtos no Brasil

A atual moeda brasileira vai completar 28 anos em circulação em julho deste ano. Mas desde que foi criada, no Plano Real em 1994, o valor de uma moeda de R$ 1 mudou muito. É possível perceber essa mudança quando se compara os preços de alguns produtos praticados no meio da década de 90 com os atuais.

Naquela época, o litro da gasolina custava R$ 0,55. A passagem de ônibus em São Paulo saia por R$ 0,50. Sem falar nos preços dos alimentos, listados mais abaixo.

É verdade também que o salário mínimo aumentou. Em julho de 1994 a remuneração nacional básica era de R$ 64,79. Mas também é fato que o cálculo do poder de compra do brasileiro é muito mais profundo e complexo do que uma simples comparação de preços.

Mesmo assim, consumidores que viveram aqueles tempos de pãozinho francês a menos de R$ 0,10 não se esquecem da sensação de chegar na padaria com R$ 1 e voltar para casa com o saquinho cheio.

Confira abaixo alguns itens e os preços ofertados por eles em 1994, ano de criação do Plano Real. O texto conta com informações do “Uol”.

Arroz e feijão

O almoço do brasileiro em 94 tinha arroz vendido por R$ 0,64 o quilo em julho de 1994. O seu parceiro de prato, o feijão, saía por R$ 1,11, de acordo com dados do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

Pãozinho

O café da manhã era uma refeição menos salgada em 94. Naquele ano, o pãozinho saía do forno por R$ 0,09 a unidade, segundo dados do Dieese. Atualmente, o produto é vendido por peso e, em muitas regiões do Brasil, o quilo não custa menos do que R$ 10,00.

Filé mignon

O almoço da família com carne de primeira exigia um gasto de R$ 6,80, caso a pedida fosse um quilo de filé mignon – preço médio de 1994 com inflação histórica descontada.

Gol 1.0

Se atualmente é quase impossível comprar um carro zero quilômetro no Brasil por menos de R$ 50 mil, em 1994 era possível estacionar na garagem um Volkswagem Gol por R$ 7.243. Outros modelos como Escort Hobby 1.0 (R$ 7.386 à época), o Uno Mille e o sucesso de vendas Corsa Wind 1.0 (R$ 7.350), também custavam cerca de 125 salários mínimos. Custo muito maior do que a média corrente, considerando o salário mínimo atual.

Uísque Jack Daniel’s

As lojas Depósito Normal, em São Paulo,  vendiam o Jack Daniel’s Tenessee Whiskey por R$ 33,50 há 27 anos. Atualmente, uma busca rápida no google traz ofertas do mesmo produto por cerca de R$ 150,00. O salário mínimo da época quase comprava duas garrafas e o atual (R$ 1.212,00), compra oito.

Ônibus

A passagem mais cara de ônibus urbano no Brasil em 1994 era vendida em Brasília a R$ 0,54. Já João Pessoa e Teresina tinham o passe mais barato, a R$ 0,29. Em São Paulo, o salário mínimo da época comprava 129 passes. Com o último salário mínimo anunciado para o Estado, de R$ 1.284,00, é possível comprar 285 passagens a R$ 4,50 cada.

Gasolina

O preço do combustível no ano de criação do Plano Real era de R$ 0,55, em média, por litro, de acordo com reportagem da “Folha” publicada em julho de 1994, em São Paulo. Atualmente, o litro do combustível chega a R$ 10,00 em algumas cidades.

Apartamento de 3 dormitórios

Quem comprasse o apartamento da imagem acima ganhava uma viagem para Nova Iorque. O anúncio, de agosto de 94, é de um projeto na planta que contava com 3 dormitórios, sendo uma suíte, no bairro do Morumbi, em São Paulo. A moradia exigia o investimento de R$ 94.340.

Dolar

O cenário de 1 para 1 era realidade em 1994 para quem queria comprar dólares. Em 1º de julho de 1994, segundo a Ptax, uma forma de calcular a cotação, elaborada pelo Banco Central, era possível comprar US$ 1,00 por R$ 1,00.

O IPCA (Índice de Preços ao Consumidor) acumulado está em 578,57%, de acordo com a calculadora do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

 

Diário do Ribeira / Gazeta SP

 

 

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS