23 de abril de 2024 - 05:18

HomeDESTAQUES DO DIAComunidades quilombolas da Região arrecadam R$ 2,6 milhões por meio de programa...

Comunidades quilombolas da Região arrecadam R$ 2,6 milhões por meio de programa da Fundação Itesp

O programa Cultivando Negócios, planejado e executado pela Fundação Itesp, promoveu, em 2021, uma ação que resultou na arrecadação de R$ 2,6 milhões por produtores rurais das comunidades remanescentes de quilombos no Vale do Ribeira, proveniente da venda de seus produtos. Desse valor, mais de R$ 1,9 milhão foi arrecadado pelos agricultores de Eldorado.

O programa reuniu cerca de 180 produtores, dos municípios de Barra do Turvo, Cananéia, Iguape, Iporanga e Registro e Eldorado. A previsão é que mais 50 famílias sejam cadastradas.

“Temos um banco de dados que comprova a importância da produção quilombola para Eldorado e o Vale do Ribeira”, informou o supervisor do Grupo Técnico de Campo/Desenvolvimento em Eldorado, Marcelo Bento.

“Fizemos levantamentos do que tínhamos como área produtiva e da nossa capacidade de produção. Também apoiamos novos agricultores e retomamos a produção agrícola por parte dos antigos. Formamos um alicerce de uma nova agricultura, onde o que se planta é colhido e vendido”, comentou Milton Wolf, coordenador regional da Fundação Itesp.

Há 20 anos o agricultor Antonio Furquim Neto, que vive na comunidade do Sapatu e preside a Cooperativa dos Agricultores Familiares de Eldorado (Coopafel), ganha seu sustento com o cultivo de produtos como couve, alface, cheiro-verde, banana e mandioca, trabalho que aprendeu com os avós. Em 2021, ele recebeu R$ 42 mil com os produtos vendidos por meio do Cultivando Negócios. “Fornecer produtos para a alimentação do nosso povo do Vale do Ribeira é muito bom. Organizados, temos mais força”, comentou ele, conhecido como Toninho.

Outro produtor, Adair Soares da Mota, da comunidade do Nhunguara, em Iporanga, aposta na produção de mudas e sementes, incluindo Plantas Alimentícias Não Convencionais (Pancs). Ele também optou pelo cooperativismo: “Estou otimista com os resultados. Vamos ver até onde conseguimos chegar”, disse.

Diário do Ribeira

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS