19 de maio de 2022 - 08:23

HomeDESTAQUES DO DIADe virada, São Paulo vence Cruzeiro e enfrenta Palmeiras na semifinal da...

De virada, São Paulo vence Cruzeiro e enfrenta Palmeiras na semifinal da Copinha

Em um confronto bastante tenso e que ficou paralisado por queda de energia, o São Paulo venceu o Cruzeiro, de virada, por 2 a 1, no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, pelas quartas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior. A vitória mantém o time comandado por Alex na briga pelo título, agora tendo pela frente o Palmeiras na semifinal – goleou o Oeste, por 5 a 2, em Barueri. O confronto deve ser confirmado para o próximo sábado.

A partida teve uma série de contratempos em São Caetano. Antes de a bola rolar, uma das ambulâncias do estádio precisou sair para atender uma ocorrência e atrasou o início da partida em 30 minutos.

Com a partida em andamento, alguns refletores do estádio sofreram apagão e obrigaram o árbitro a paralisar a partida aos 35 minutos. Foram 20 minutos de jogo parado até que a energia fosse restabelecida para a sequência da primeira etapa.

O primeiro tempo foi bastante equilibrado e com os dois times buscando o ataque. O São Paulo começou melhor, mas foi o Cruzeiro que abriu o placar aos 30 minutos, com Ageu aproveitando escanteio da direita e cabeceando no contrapé do goleiro, colocando os mineiros em vantagem.

A queda de energia no estádio fez bem ao São Paulo, que voltou mais objetivo e buscou a igualdade aos 64 minutos. De pé em pé, Caio cruzou rasteiro, a zaga do Cruzeiro afastou mal e Maioli finalizou forte para as redes.

No segundo tempo, o São Paulo aumentou as investidas e armou uma verdadeira blitze pelo gol da virada. Aos quatro minutos, Caio cruzou e Vitinho furou dentro da pequena área. Três minutos depois, Caio dominou dentro da área, passou pela marcação e chutou forte no travessão.

O Cruzeiro chegou a equilibrar a partida, mas o São Paulo seguiu melhor e não demorou para virar a partida. Aos 32, João Adriano foi até a linha de fundo e cruzou para Vitinho, que finalizou forte. A bola desviou na marcação, enganou o goleiro e ainda tocou no travessão antes de parar nas redes.

Com os paulistas em vantagem, o Cruzeiro foi para o tudo ou nada na reta final, contudo, muito desorganizado, o que facilitou ainda mais a classificação são-paulina.

Diário do Ribeira / Gazeta SP

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS