23 de janeiro de 2022 - 14:32

HomeDESTAQUES DO DIAEm Santos, associação não recomenda realização de desfiles de bandas de carnaval

Em Santos, associação não recomenda realização de desfiles de bandas de carnaval

Após as bandas de rua de carnaval de Santos terem sido vetadas pela Administração Municipal de realizarem suas atividades em fevereiro devido à pandemia de Covid-19, a Associação das Bandas Carnavalescas de Santos emitiu um comunicado onde diz concordar com a medida adotada pela Prefeitura e afirma que o momento não permite a realização das tradicionais festividades. Apesar disso, os desfiles das escolas de samba no Sambódromo Passarela do Samba “Dráuzio da Cruz” seguem autorizados.

O anúncio feito pela administração do prefeito Rogério Santos acontece quase ao mesmo tempo que outras grandes metrópoles do Estado de São Paulo e do restante do Brasil também decidem cancelar o carnaval de rua, que deveria ser realizado entre a última semana de fevereiro e a primeira semana de março.

As mudanças são realizadas após o avanço da variante Ômicron do Covid-19 e da chegada da H3N2, novo vírus influenza que está circulando pelo país ao mesmo tempo da pandemia e gerando altos números de ocupações de leitos em unidades de saúde em todo o Brasil.

Confira a seguir o anúncio, na íntegra, emitido pela Associação das Bandas Carnavalescas de Santos.

“A Associação das Bandas Carnavalescas de Santos agradece o empenho do Poder Executivo e Legislativo do município de Santos na tentativa de viabilizar que nosso carnaval 2022 fosse realizado sem circulação e com controle de acesso a fim de garantir segurança sanitária.

Entretanto, tendo em vista o aumento exponencial de casos de covid-19 por força da variante ômicron, a associação vem informar que reconhece estarmos diante de um momento de total insegurança sanitária e que está recomendando a todas as suas bandas filiadas que não realizem, em hipótese alguma, o carnaval de rua.

Aproveitamos para informar a toda sociedade santista que também acreditamos na ciência e que estamos a disposição para ajudar no que for possível no combate ao covid-19 e na ajuda humanitária aos necessitados vitimados por qualquer tragédia. Até o carnaval de 2023, todos juntos com muito trabalho, disciplina, alegria, paz, saúde e prosperidade”.

Diário do Ribeira / Gazeta SP

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS