8 de agosto de 2022 - 05:17

HomeBRASILCuidados com seu cão durante a estação mais quente do ano

Cuidados com seu cão durante a estação mais quente do ano

O maior temor nesta época do ano é a hipertermia: aumento elevado da temperatura corpórea do animal, que acarreta graves problemas de saúde, podendo ser fatal. Os momentos de ocorrência mais comuns da hipertermia são dentro do carro com pouca ventilação e temperatura alta, e durante os passeios na rua quando a temperatura ambiente e do solo estão muito altas, especialmente nos cães de focinho chato. É uma patologia de emergência, devendo o animal ser encaminhado imediatamente a uma Clínica Veterinária.

Sintomas de hipertermia são, entre outros: animal muito ofegante, não consegue caminhar, língua pra fora da boca, vômitos, diarreia e confusão mental. Para se evitar a hipertermia, sugere-se que os passeios ocorram bem cedo ou no final do dia, quando a temperatura ambiente estiver mais amena.

Para transportar animais no carro, recomenda-se a caixa de transporte, em veículos com ar condicionado, e com uma condução tranquila e devagar. Se caso o veículo for estacionado, importante manter ligado o sistema de refrigeração todo o tempo. Aumentar a oferta de água, colocando vasilhas com água espalhadas em vários ambientes e por toda a casa, para que os animais consumam o maior volume possível de água pretendido. Usar protetor solar adequado para cães quando for passear, nas áreas mais expostas ao sol como focinho e dorso do animal.

Maior atenção para os cães brancos. Tosar animais muito peludos, sendo importante não expor a pele, mas apenas baixar o pelo. Alimentar os animais nos horários em que a temperatura esteja mais amena também é um fator importante, pois do contrário seu pet pode se recusar a comer, pela alta temperatura ambiente.

Molhar o pet pode ser uma forma de baixar a temperatura nos dias muito quentes, sendo importante secar bem o pet com toalhas, antes de repousar. Combate a pulgas e carrapatos deve ser intensificado, pois nesta época do ano ocorre uma proliferação destes.

 

Diário do Ribeira / Gazeta SP

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS