23 de janeiro de 2022 - 15:40

HomeDESTAQUES DO DIAAtletas do Palmeiras fazem festas diárias e infernizam vizinhos em SP

Atletas do Palmeiras fazem festas diárias e infernizam vizinhos em SP

As comemorações pelo título na Copa Libertadores parece não ter terminado para o Palmeiras e parece estar incomodando um grupo de moradores do bairro Freguesia do Ó, na capital paulista. Eles reclamam de festas quase diárias, em dias da semana, com som alto e que se prolongam pela madrugada. Segundo eles, os donos da balada são jogadores do Alviverde e nem chamando a polícia o barulho diminui.

A casa é alugada pelo aplicativo Airbnb pela bagatela de R$ 1 mil por noite, justamente para a promoção de festas, por isso, os jogadores não respondem pelo local. A residência conta com churrasqueia e piscina e nos últimos dias recebeu banda ao vivo por volta das 5 horas da madrugada. Desde o último dia 28 quando o Palmeiras voltou do Uruguai com o título as festas acontecem quase que diariamente, contam os moradores da vizinhança.

O que mais incomoda os moradores da região é a dificuldade para dormir durante a semana. “É som de noite até de madrugada. Todo mundo tem direito de fazer festa, claro, mas desse jeito? Eles extrapolam. O barulho é enorme, música alta a noite toda. Ontem eu acordei às 3h30 e não consegui trabalhar porque estava sem condições, dor de cabeça, sem poder dormir”, contou Clóvis Ferreira ao Uol, que é motorista de aplicativo e mora a 3 casas do local das festas.

“Não nos sentimos seguros em casa, com meu filho, diante de tudo isso”, reclama outra vizinha da casa que afirma que teve que ir à casa de parentes para ter noites de sono mais tranquilas. Ela diz que só pretende voltar para casa depois que Jorge e outros jogadores do Verdão terminarem a locação da residência, o que deve acontecer somente no dia 20.

Outro morador queixoso é Reinaldo Silva, que trabalha como Técnico de TI. “É rojão, gritaria, música ao vivo às 4h da manhã? Reclamamos com o proprietário da casa, que falou que não poderia fazer nada. Teve dia aqui que tinha gente fazendo xixi na rua. São mais de 15 dias reclamando bastante, com festas que são quase diárias”, relata o morador.

O Palmeiras preferiu não se manifestar sobre o assunto. Já o jogador Jorge afirmou por meio de assessoria que “se tivesse sido avisado, seria o primeiro a mandar abaixar o som”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Diário do Ribeira / Gazeta SP

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS