18 de agosto de 2022 - 02:25

HomeDESTAQUES DO DIASem estar confirmado, Carnaval de SP já tem pelo menos 440 blocos...

Sem estar confirmado, Carnaval de SP já tem pelo menos 440 blocos aprovados

No último sábado (27) a prefeitura de São Paulo divulgou a lista dos primeiros 440 blocos de rua que foram aprovados no processo de inscrição para desfilar no Carnaval 2022 na Cidade. A lista inclui blocos conhecidos da capital paulista como Acadêmicos do Baixo Augusta, Agrada Gregos, Minhoqueens e Tarado Ni Você e ainda artistas consagrados como Anitta, Pabllo Vittar, Gloria Groove, Daniela Mercury, Alceu Valença, Elba Ramalho, Pocah, Monobloco e Galo da Madrugada, e outros.

Ao manter os planos para a edição da festa no ano que vem, São Paulo permanece na contramão de outros municípios paulistas que já cancelaram as suas celebrações de carnaval, como Ubatuba e São Lui do Paraitinga. O texto conta com informações do R7.

Além da discussão sobre a realização do Carnaval em 2022, novas polêmicas têm sido levantadas em torno dos eventos de Réveillon, principalmente por conta dos índices de contaminação pelo coronavírus, que permanecem altos, e pela descoberta da variante Ômicron na semana passada.

O que se sabe é que a realização do evento na Capital ainda não está totalmente confirmada, mas o seu eventual cancelamento passa por questões de planejamento e patrocínio. De acordo com a gestão Ricardo Nunes (MDB), seria incoerente impedir a realização do evento. Uma das preocupações do prefeito é com o patrocinador da festa, uma subsidiária da Ambev.

A decisão final sobre a realização do evento deve sair no final do mês de dezembro, quando a prefeitura deve analisar os índices de cobertura vacinal alcançados e outros índices relativos à pandemia.

A lista divulgada no sábado contém praticamente a metade do número de blocos inscritos (867). Por isso, a lista final ainda deve incluir um número maior de blocos participantes. Isto se todos os inscritos realmente mantiverem o interesse em participar, pois, conforme mostrou reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, parte deles se inscreveu enquanto mantinha dúvidas sobre sua saída às ruas em fevereiro.

Um dos blocos que já divulgou sua desistência é o Bloco da Preta. A cantora Preta Gil informou no domingo (28) que não ira mais desfilar em São Paulo no ano que vem.

A previsão da prefeitura é ter um público ainda maior na edição de 2022 do que na última vez que as festas ocorreram, em 2022. Àquela época cerca de 15 milhões de foliões saíram às ruas no pré-pandemia. No ano que vem são esperadas 18 milhões de pessoas nos 8 dias de carnaval do calendário divulgado pela gestão municipal.

Um manifesto em defesa do Carnaval 2022 foi divulgado no sábado (27) pela Liga Independente das Escolas de Samba. A Liga diz que mantém os ingressos à venda e argumenta que o evento será ao ar livre, com todas as recomendações sanitárias necessárias. A campanha diz: “Diga não ao negacionismo, à irresponsabilidade, ao elitismo e ao preconceito contra a cultura popular”.

Apesar do grande número de blocos inscritos para desfile na edição do ano que vem, o número de entidades participantes já foi maior. Em 2020 foram 960 contra 867 blocos inscritos neste ano.

 

Diário do Ribeira / Gazeta SP

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS