8 de agosto de 2022 - 04:31

HomeDESTAQUE DA HORAEldorado sedia I Encontro de Indicação Geográfica do Palmito Pupunha do Vale...

Eldorado sedia I Encontro de Indicação Geográfica do Palmito Pupunha do Vale do Ribeira

Em parceria com o CDRS, Apuvale, Sindicato Rural e Cooperativa Cavari, o Sebrae-SP realiza nesta sexta-feira (19), das 08h30 às 13h, o I Encontro de Indicação Geográfica do Palmito Pupunha do Vale do Ribeira.

O evento acontecerá no Salão Paroquial do Santuário Nossa Senhora da Guia de Eldorado, localizado na Rua Nossa Sra. da Guia, 103, no Centro de Eldorado.

Estarão presentes no encontro produtores de palmito pupunha, agroindústrias, engenheiros agrônomos, técnicos agrícolas, pesquisadores, lideranças comunitárias, cooperativas, associações, instituições de ensino e pesquisa, poder público e representantes de entidades governamentais e não governamentais.

Para participar, os interessados devem confirmar presença pelo link https://bit.ly/IGPupunha até 12h desta quinta-feira (18). Mais informações pelo telefone (13) 3828-5060, opção 4.

Confira abaixo a programação:

08h30: Abertura
09h15: Palestra Associativismo – SEBRAE
10h15: Indicações Geográficas – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA
11h00: Indicação Geográfica do Palmito Pupunha do Vale do Ribeira – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP)
12h00: Visão da cadeia do Palmito Pupunha do Vale do Ribeira – APUVALE
12h30: Visão sobre a cadeia do Palmito Pupunha e Cooperativismo no Vale do Ribeira – CAVARI

Indicação Geográfica

De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o registro de Indicação Geográfica é conferido a produtos ou serviços que são característicos do seu local de origem, o que lhes atribui reputação, valor intrínseco e identidade própria, além de os distinguir em relação aos seus similares disponíveis no mercado. São produtos que apresentam uma qualidade única em função de recursos naturais como solo, vegetação, clima e saber fazer.

A maior parte das Indicações Geográficas é formada pelos pequenos negócios, segundo levantamento do Sebrae. O reconhecimento de uma Indicação Geográfica no Brasil é obtido por meio de registro no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Hoje o país possui Indicações Geográficas em vários setores, como vinhos, artesanatos, cafés, queijos, frutas, entre outros.

Na visão da gerente regional do Sebrae-SP, Michelle Santos, as Indicações Geográficas ajudam na preservação da biodiversidade, do conhecimento e dos recursos, além de contribuir para o desenvolvimento econômico da região. “O reconhecimento como Indicação Geográfica agrega valor aos produtos diferenciando-os dos demais, estimulando investimentos na área com valorização das propriedades, favorecendo o aumento do turismo, do padrão tecnológico e da oferta de empregos, além de fidelizar os consumidores e melhorar a comercialização local, nacional e até internacional”.

 

Diário do Ribeira

 

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS