23 de janeiro de 2022 - 07:24

HomeDESTAQUES DO DIAAcusado de matar namorada com facadas no pescoço irá a júri popular

Acusado de matar namorada com facadas no pescoço irá a júri popular

O homem acusado de matar a namorada a facadas em São Vicente na segunda quinzena de dezembro de 2019 será submetido a júri popular nesta terça-feira (9). Viviane Santos de Freitas foi assassinada após o companheiro atacá-la durante uma crise de ciúmes.

A vítima, que tinha 36 anos à época do crime, foi morta pelo namorado com um golpe de faca no pescoço durante uma festa entre amigos que aconteceu no bairro Vila Margarida, em São Vicente, no dia 18 de dezembro de 2019. Segundo informações apuradas pela Reportagem, o homem teve uma crise de ciúmes após ver a namorada conversando com o amigo de uma amiga.

“Ele ficou muito nervoso e demonstrou irritação, o que deixou ela desconfortável. Para evitar discussões no meio da festa e perto dos amigos, ela preferiu ficar um pouco afastada, para que ele se acalmasse. Com receio de ele ir atrás para brigar, todas as vezes que ela ia ao banheiro, o cunhado dela (marido da sua irmã) a acompanhava até a porta”, contou, à época, Cristiane Borja, prima da vítima.

O casal namorava há pouco mais de dois meses antes do crime e, segundo Cristiane, ele já tinha histórico de agressões contra a ex-mulher.

“Só fomos saber disso agora, mas ele já agrediu a ex dele. A Viviane começou a notar que ele tinha um ciúmes doentio quando ele passou a vigiar a rotina dela intensamente e não permitia que ela conversasse com ninguém”, lembrou a prima.Ainda segundo Cristiane o namorado aguardou o momento em que Viviane foi sozinha até o banheiro e a matou. “O cunhado dela saiu para buscar mais cerveja e ela entrou no banheiro sozinha. Foi quando ele a seguiu e, lá dentro, a golpeou com uma faca no pescoço. Ela sangrou muito”, lamentou.

Cristiane afirmou que a frieza com que o homem saiu do banheiro após ter cometido o crime chocou todas as pessoas que estavam na festa. “Ele saiu calmamente, passou pelas pessoas e disse para socorrerem a minha prima, que estava passando mal no banheiro. Só que uma amiga viu o momento em que ela foi esfaqueada e alertou a todos, que começaram a espancar ele”.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) informou que a Polícia Militar foi chamada e, ao chegar no local, encontrou o homem sendo agredido pelos participantes da festa e a mulher, muito ferida no banheiro. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e levou Viviane até o Hospital Municipal de São Vicente, mas ela não resistiu ao ferimento causado pela perfuração.

O namorado da vítima foi detido em flagrante e acabou confessando o crime na delegacia.

O velório e enterro da mulher ocorreram dois dias após o assassinato. Viviane estava organizando um evento de futebol solidário que ocorreria neste final de semana em um clube de São Vicente. O intuito era arrecadar alimentos, roupas e demais itens para as pessoas carentes da sua comunidade.

Diário do Ribeira / Gazeta SP

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS