5 de dezembro de 2021 - 04:21

HomeDESTAQUES DO DIATartaruga que morreu afogada em Ilha Comprida tinha nadadeira praticamente amputada por...

Tartaruga que morreu afogada em Ilha Comprida tinha nadadeira praticamente amputada por linha de pesca

Na última segunda-feira (18), uma tartaruga-verde foi encontrada morta próxima à área sul da Ilha Comprida por uma equipe de monitoramento de praias do Instituto de Pesquisas de Cananéia- IPeC.

O animal tinha uma de suas nadadeiras praticamente amputada por uma linha multifilamento de pesca com vara juntamente com uma isca artificial enroscadas ao membro.

De acordo com informações dos responsáveis pelo atendimento da ocorrência, a tartaruga ainda estava “fresca” (recém-morta) e foi levada para o Centro de Reabilitação e Despetrolização de Animais Marinhos, em Cananéia, para realização da Necropsia.

Após o procedimento, constatou-se que o animal estava um pouco magro, mas não apresentava outras alterações além do pulmão com bastante espuma, o que permitiu aos veterinários necropsistas diagnosticarem a causa da morte como afogamento por emalhe em petrechos de pesca.

O IPeC informou que animais são mortos com frequência por petrechos abandonados ou perdidos no mar e que infelizmente essa ainda é uma situação relativamente comum no nosso dia a dia.

O instituto monitora o trecho que compreende as praias da Ilha do Cardoso, Ilha Comprida e a Juréia (Iguape). Para acionar o serviço de resgate de mamíferos, tartarugas e aves marinhas, vivos debilitados ou mortos, entre em contato pelos telefones 0800 642 3341 (horário comercial) ou diretamente pelo (13) 3851.1779.

 

Diário do Ribeira

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS