5 de dezembro de 2021 - 05:21

HomeESTADODoria anuncia orçamento de R$ 17 bi para ciência e tecnologia em...

Doria anuncia orçamento de R$ 17 bi para ciência e tecnologia em 2022

O governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (20) o repasse de R$ 1 bilhão para as universidades estaduais até o final deste ano.

Além do crédito suplementar, Doria confirmou orçamento recorde de R$ 17 bilhões em 2022 para USP, Unesp, Unicamp e Fapesp. “É um orçamento robusto e o maior de toda a história”, declarou Doria.

“Em um momento triste do Brasil, em que o obscurantismo custou milhares de vidas que se foram com a COVID-19, São Paulo reafirma a confiança e a crença na ciência, com um investimento tão expressivo, e a convicção que o conhecimento é a melhor vacina contra a ignorância”, acrescentou o Governador.

O anúncio contou com a presença dos reitores Vahan Agopyan, da USP, e Tom Zé, da Unicamp, além do presidente da Fapesp, Marco Antonio Zago. “Nós estamos mostrando que não é só discurso, é prática no estado de São Paulo o compromisso com a ciência, tecnologia e inovação”, disse a Secretária de Desenvolvimento Econômico Patricia Ellen.

Em relação ao orçamento previsto para as universidades estaduais em 2018, o aumento geral para o próximo ano é da ordem de 41%. Com este investimento em ciência, tecnologia e inovação, o Governo de SP garante que as instituições tenham retorno seguro às aulas presenciais em 2022 e investimento em infraestrutura física e tecnológica.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, o reajuste no orçamento de 2022 será dividido da seguinte forma: a USP terá aumento de 24%, recebendo R$ 7,6 bilhões; a Unesp receberá R$ 3,8 bilhões, um acréscimo de 22% em relação a 2021; a Unicamp ficará com 17% a mais, totalizando R$ 3,7 bilhões; e a Fapesp ganhará reajuste de 15% sobre o atual orçamento, recebendo R$ 1,85 bilhão.

O orçamento de 2022 integra um plano de investimentos elaborado pelas universidades e para melhoria de infraestrutura, modernização de redes, compra de materiais, apoio à permanência estudantil e monitoramento da saúde física e mental das comunidades acadêmicas.

Já em relação ao orçamento deste ano, o crédito suplementar de R$ 1 bilhão será dividido conforme os critérios determinados na distribuição de 9,57% do ICMS. A divisão prevê R$ 525,6 milhões para a USP, R$ 245 milhões para a Unesp e R$ 229,4 milhões para a Unicamp.

A verba repassada pelo Estado será empregada em despesas de investimento, atualizando a infraestrutura das universidades e permitindo sua adaptação ao momento de retomada econômica e social do cenário pós-pandemia.

 

Diário do Ribeira/Gazeta SP

Foto: Governo SP

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS