22 de outubro de 2021 - 16:34

HomeBRASILColuna do Nastri: As últimas semanas foram de péssimas notícias para o...

Coluna do Nastri: As últimas semanas foram de péssimas notícias para o plano de saúde Prevent Senior

Prevent Senior
Após primeira condenação na Justiça, outras podem estar por vir. As últimas semanas foram de péssimas notícias para o plano de saúde Prevent Senior. Enquanto seu diretor técnico depunha na CPI da Pandemia, instalada no Senado Federal, a justiça de São Paulo dava ganho de causa a um de seus usuários, que fora internado para tratamento de Covid, mas que alega não ter recebido o atendimento adequado e acabou pedindo para ser transferido para outra rede. A decisão, ainda liminar, determina o depósito em juízo de cerca de R 2 milhões, num prazo de cinco dias. Na sentença, o juiz diz que há “elementos indicativos de falha em atendimento médico-hospitalar” por parte da operadora, que deu ao paciente “medicamentos comprovadamente ineficazes [contra a Covid], como ivermectina e hidroxicloroquina”, quando ele já estava com insuficiência respiratória.

Educação provoca aglomeração
Em meio a uma pandemia, cerca de 4 mil diretores, dirigentes de ensino e outros gestores da rede estadual de Educação estavam aglomerados em um evento convocado pelo secretário Rossieli Soares. Em um ambiente fechado em Serra Negra, expostos à contaminação pela covid 19, esses profissionais, segundo a secretaria de Educação, estavam sendo “orientados” sobre a implementação daquilo que o governo Doria chama de “novo” ensino médio. A deputada estadual e presidenta da Apeoesp, Professora Bebel, já havia protocolado no Ministério Público uma representação cobrando explicações do secretário. Agora, ela vai anexar à representação fotos que comprovam a aglomeração e a total falta de protocolo sanitário em evento que durou três dias.

Praça Roosevelt – mudança de nome
Um assunto vem dando o que falar na Praça Roosevelt, um dos lugares mais emblemáticos da retomada do Centro de São Paulo e com uma longa história de arte, cultura e uso do espaço público por gente da cidade inteira. Um projeto de lei (PL) do vereador Thammy Miranda quer mudar o nome do local para Praça Tarcísio Meira. A comunidade, que não foi ouvida, é contra e reagiu. Representada pela Associação dos Moradores da Praça Roosevelt (AmoPraça), ela se mobilizou e criou um abaixo-assinado contra a mudança de nome. Em apenas dois dias já foram reunidas mais de 1,2 mil assinaturas contra a mudança de nome.

Reforma da Previdência
A Prefeitura de São Paulo tenta aprovar na Câmara um projeto de Reforma da Previdência que irá tirar a isenção de aposentados que ganham mais de um salário mínimo. Simultaneamente à proposta, a administração municipal também criou um pacote de mudanças aos servidores, que incluem aumento de salários e benefícios e extinção de cerca de 38 mil cargos. As mudanças administrativas fazem parte de três projetos de lei que foram enviados à Câmara junto com a proposta de Reforma da Previdência. Segundo a prefeitura, o objetivo é modernizar a gestão e valorizar o servidor público. Um dos pontos da proposta pretende aumentar o salário de comissionados que ganham de R$1.100 a R$5.500. Na faixa dos que ganham o maior valor, estão 216 funcionários que passarão a ganhar quase o dobro – R$10.800.

 

 

 

 

Diário do Ribeira / Gazeta SP

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS