20 de outubro de 2021 - 22:21

HomeDESTAQUES DO DIASotaco realiza cadastro de artesãos do Vale do Ribeira que lhes confere...

Sotaco realiza cadastro de artesãos do Vale do Ribeira que lhes confere identidade profissional

Como forma de gerar emprego e renda aos artesãos tradicionais do estado de São Paulo, a Sutaco (Subsecretaria de Trabalho Artesanal nas Comunidades), órgão vinculado à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, divulgou sobre os serviços que presta diretamente em auxílio ao artesão paulista.

Dentre eles, está o cadastramento que lhes confere a identidade profissional como artesão no território do Estado e possibilita que participem de feiras, exposições e eventos em todas as cidades paulistas.

A Sutaco também emite a Carteira Nacional do PAB (Programa do Artesanato Brasileiro) e por meio de parceria com o Sebrae oferece orientação para gestão financeira, emissão de notas fiscais e gerenciamento do negócio. Além disso, a instituição oferece apoio na comercialização dos produtos em eventos próprios ou de terceiros e divulgação nas redes sociais e diversos canais, além da Vitrine do Artesanato Paulista, criada recentemente para expor e comercializar produtos pela internet (www.artesanatopaulista.com.br).

As ações estão em consonância com o Programa Vale do Futuro, cujo objetivo é levar desenvolvimento com sustentabilidade para a região do Vale do Ribeira.

O Vale do Ribeira é reconhecidamente o território que tem o maior número de artesãos tradicionais do estado e a ação da Sutaco muito pode agregar aos talentosos artesãos da região que lidam com cerâmica, argila, trançado de fibras de plantas locais (milho, bananeira, palmeiras da região, taboa) e entalhe e escultura em madeira.

 

 

Segundo Beatriz Freitas, coordenadora do Artesanato da Sutaco, o grupo ainda dispõe de uma equipe de curadoria que possibilita conceder o título de mestre artesão àqueles que comprovadamente detêm uma técnica e disseminam seu conhecimento. Para ela, o grande desafio ao trabalhar com esse público tradicional é estabelecer contato. “Os artesãos, em grande maioria, vivem em comunidades afastadas das cidades e têm dificuldade de acesso aos serviços, especialmente neste período de pandemia em que quase tudo tem que ser feito de forma virtual. Para localizá-los desenvolvemos um trabalho em conjunto com as prefeituras que nos auxiliam nesse contato”, explica. Ainda assim, a Sutaco conseguiu ampliar o número de artesão no último ano, de 22 em 2020 para 68 em 2021, aumento de 209%, comemora a coordenadora.

Para se cadastrar na Sutaco é necessário realizar o pré-cadastro no site http://artesanatobrasileiro.gov.br/acesso. Nesta etapa são solicitadas fotos dos produtos, dos instrumentos de trabalho e/ou do ateliê e também um vídeo de até 5 minutos que demonstre o processo produtivo da técnica que deseja cadastrar. A partir daí, a equipe técnica da Sutaco analisa a solicitação e encaminha por email as instruções que também ficam disponíveis na área do artesão. Todo o processo segue a Portaria 1.007/2018, em que é estabelecida a Base Conceitual do Artesanato Brasileiro.

Por conta da pandemia e dos protocolos sanitários, o atendimento ao artesão acontece completamente de forma remota, desde o primeiro cadastro até informações diversas sobre artesanato, tudo através das redes sociais (Instagram: https://www.instagram.com/sutacoartesanato/ e Facebook: https://www.facebook.com/SUTACO) e do e-mail (sutaco@sde.sp.gov.br).

 

Diário do Ribeira

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS