21 de setembro de 2021 - 01:29

HomeDESTAQUES DO DIAEmprego: Comércio volta a contratar em SP

Emprego: Comércio volta a contratar em SP

As contratações em lojas e shoppings de todo o país estão retornando ao patamar anterior à pandemia do coronavírus, a pouco mais de três meses das celebrações de fim de ano.

“Durante o auge da pandemia, o setor demitiu, infelizmente, 110 mil pessoas, quase 10% da força de trabalho direta. Agora, nós já temos o retorno de aproximadamente 60 mil empregos”, informou Glauco Humai, presidente da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) ao G1.

“Ao caminhar nesse ritmo, esperamos fechar 2021 num nível de emprego muito próximo ao que a gente tinha no período pré-pandemia”, concluiu Humai.

Após o marco de 50 mil demissões em 15 mil estabelecimentos no Brás, no Centro de São Paulo, as lojas do comércio já voltaram a anunciar novas vagas, ainda que em ritmo lento. De acordo com a Associação dos Lojistas do Brás (Alobrás), cerca de 15 mil vagas foram repostas até setembro. As informações são do G1.

Outras 20 mil vagas de emprego devem ser geradas, até o final de 2021, a maioria temporária. Segundo Lauro Pimenta, conselheiro da Alobrás, os cargos com maior oferta de vagas são os de vendedor, cortador, enfestador, caixa, estoquista e ajudante geral. Os salários variam conforme o cargo e vão de R$ 1,5 mil e R$ 2,5 mil.

Já nos supermercados, os bons resultados obtidos durante a pandemia devem se manter no restante do ano. Os principais grupos varejistas estão expandindo suas lojas e investindo, tanto em atendimento físico quanto virtual.

“Nós temos desde peakers ou shoppers, que são as pessoas que fazem as compras, até as pessoas que literalmente dirigem o caminhão para fazer a entrega, além de empacotadores e operadores de caixa”, afirma Rogério Femia, diretor de recursos humanos do Grupo Pão de Açúcar.

Femia complementa ainda dizendo que “o e-commerce tem gerado mais posições e tem aberto mais oportunidades de uma forma geral. Mais as novas lojas, os novos projetos, a gente atinge facilmente 1,5 mil pessoas a mais por mês”.

A fábrica de artigos e decoração de natal Cipolatti, em Jacareí, no Vale do Paraíba, ampliou a produção em 60% em comparação com o ano passado. A empresa empregou mais 500 funcionários para trabalhar, em média, por quatro meses na produção dos enfeites de Natal que vão decorar, principalmente, os shoppings de diferentes regiões do Brasil.

Muitas empresas estão contratando sem exigir experiência prévia dos candidatos. “A gente dá treinamento aqui. Tem um trabalho muito especializado, muito diferenciado. O mais importante é querer e ter disponibilidade para aprender”, explicou Gabriela Cipolatti, diretora comercial da empresa.

A demanda por artigos de decoração de natal para shoppings é sinal de retomada de fôlego no setor. No Shopping Internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo, das 30 lojas que fecharam as portas em 2020, 25 já voltaram a operar.

“O aumento da vacinação, melhora de vendas, mais confiança de que não haverá fechamento, os investimentos voltaram e os investidores em marcas, os franqueados, voltaram muito fortemente”, disse Edelcio Cazelato Júnior, administrador do shopping que pretende expandir as operações este ano.

 

Diário do Ribeira/Gazeta SP

Foto: Cesar Conventi

Boteco do Véio II

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS