24 de setembro de 2021 - 18:35

HomeBRASILQuem é Zé Trovão? Caminhoneiro líder das paralizações foi localizado pela PF...

Quem é Zé Trovão? Caminhoneiro líder das paralizações foi localizado pela PF no México

Nesta quinta-feira (9) foi localizado pela Polícia Federal, na Cidade do México, o caminhoneiro conhecido como Zé Trovão. O youtuber e líder de movimentos a favor do governo Bolsonaro estava escondido em um hotel e deve ser preso e depois transferido de volta ao Brasil. Famoso entre os bolsonaristas por seus vídeos com ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF), Marcos Antônio Pereira Gomes teve sua prisão decretada por Alexandre de Moraes na sexta-feira (3).

O youtuber paulista que morava em Joinville (SC) teve pedido de prisão expedido contra ele pela Procuradoria-Geral da República (PGR) após ser indiciado no inquérito que apura o financiamento e convocação de atos antidemocráticos. As informações são do jornal O Globo.

O canal de Zé Trovão tinha mais de 40 mil inscritos quando foi tirado do ar. Chamado de “Zé Trovão a voz das estradas”, a página continha vídeos nos quais incitava os seguidores a irem a Brasília para exigir a “exoneração dos 11 ministros do STF”. O bolsonarista fazia ainda críticas à CPI da Covid e participava das “motociatas” a favor do presidente. No mês passado, Marcos já havia sido alvo de busca e apreensão, no mesmo inquérito.

Os planos de manifestações antidemocráticas do influenciador foram registrados no inquérito publicado por Moraes: “o artista, visando afrontar e intimar os poderes constituídos, notícia, conjuntamente com Zé Trovão e Eduardo Araújo, que seu grupo pretende para o país por 72 horas e que se o presidente do Senado Federal ‘não fizer nada’, nas outras 72 horas ‘ninguém anda[rá] no país. De acordo com o cantor “vai parar tudo. Não [….] só Brasília, […] o país. Assegura que ‘nada nunca foi igual ao que vai acontecer’ e, ao fim, desafia os ministros do Supremo Tribunal Federal: ‘Se eles não atenderem ao pedido, a cobra vai fumar’, asseverou, em tom de ameaça”, relata o Ministro.

Em nota, a PF informou que o mandado de prisão preventiva tem “o objetivo de aprofundar investigações em curso nos autos de inquérito que tranmita naquela Corte”.

O bolsonarista continuou com as transmissões na rede e na noite de sexta-feira (3), dia da emissão do pedido de prisão contra ele, fez uma participação ao vivo em um vídeo com os pastores Renato Gomes e Jane Silva.

Ao lado de Wellington Macedo – blogueiro agora preso por também ameaçar o STF – Zé Trovão ajudou a articular as manifestações de raíz golpista do dia 7 de setembro, em favor do governo. O caminhoneiro garantiu que, mesmo com o pedido de prisão de Moraes, estaria presente no evento. Chegou ainda a desafiar a PF:  “se prepara meu amigo, porque se quiserem me prender no dia 7 de setembro, vão me prender no meio do povo”. No sábado (4), depois da ordem de prisão, publicou vídeo provocando Moraes diretamente: “que tal você mesmo vir à Paulista no dia 7 de setembro e me prender?”.

No entanto, a Polícia Federal já havia localizado Zé Trovão no México. Segundo os investigadores, ele fugiu do país antes mesmo da expedição da ordem de prisão na terça. Os policiais descobriram que o foragido estava em um hotel na Capital do país.

Depois de chegar ao exterior, o youtuber continuou gravando vídeos incentivando as manifestações de caráter golpista do feriado de Independência no dia (7).

Antes de se render à polícia, nesta quinta-feira (9), Zé Trovão questionou se um áudio de Bolsonaro pedindo para os caminhoneiros pararem a greve era verdadeiro. Nos últimos dias, Marcos foi um dos principais incentivadores das paralisações nas rodovias, pelos caminhoneiros.

Mais tarde, o próprio bolsonarista divulgou mais um vídeo afirmando que havia sido localizado e que iria se entregar à polícia.

 

Diário do Ribeira/Gazeta SP

Foto: Youtube

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS