25 de setembro de 2021 - 21:29

HomeBRASILBolsonaro chama de 'idiota' quem quer comprar feijão e diz que povo...

Bolsonaro chama de ‘idiota’ quem quer comprar feijão e diz que povo precisa de fuzil; assista

No momento em que o governo federal enfrenta crises institucional, sanitária e econômica, o presidente Jair Bolsonaro dedicou a agenda desta sexta-feira (27) a um evento militar, estimulou a população a se armar e participou de nova motociata – a primeira feita em dia de semana.

Logo pela manhã, o presidente defendeu a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada que todos tenham um fuzil. “Tem que todo mundo comprar fuzil, pô. Povo armado jamais será escravizado”, disse.

Bolsonaro ainda ironizou quem se opõe à disseminação das armas. “Eu sei que custa caro. Daí tem um idiota que diz ‘ah, tem que comprar feijão’. Cara, se não quer comprar fuzil, não enche o saco de quem quer comprar”, declarou, antes de embarcar para Goiânia.

Assista ao vídeo abaixo. A fala de Bolsonaro começa aos 51 segundos:

Bolsonaro chama de ‘idiota’ quem defende comprar feijão em vez de fuzil, e fala repercute | CNN 360 – YouTube

Bolsonaro tem feito declarações golpistas e sugerido que as eleições de 2022 podem não ocorrer caso seja mantido o sistema de votação com as urnas eletrônicas – a PEC do voto impresso foi derrotada na Câmara.

A escalada do discurso autoritário provocou desgaste institucional e ocorre também em meio às crises sanitária da Covid -19 (que, apesar da redução de mortes e casos, ainda preocupa especialistas devido ao avanço da variante Delta) e econômica (com temor de crescimento medíocre e inflação em alta).

Mais tarde, na capital goiana, o presidente disse que o Alto-Comando do Exército está “dedicado e preocupado” com o “futuro da pátria”. Bolsonaro não explicou quais seriam as preocupações, mas afirmou que o Brasil vive momentos “não muito tranquilos”.

“Cada vez mais posso dizer a vocês que muito me orgulha de ser comandante de todos vocês. E ter o Alto-Comando realmente dedicado e preocupado com o futuro da nossa pátria”, declarou Bolsonaro.

O presidente participou em Goiânia da passagem de chefia do Comandante de Operações Especiais do Exército.

Em Goiânia, Jair Bolsonaro participou de evento para a passagem de chefia do Comandante de Operações Especiais do Exército – Alan Santos – 27.ago.21/PR

O Alto-Comando é formado pelo comandante do Exército, Paulo Sérgio de Oliveira, e pelos generais-de-exército (4 estrelas).

“O Brasil vive momentos não muito tranquilos, mas a certeza da existência daquele que tem acima de tudo a sua pátria conforta toda nossa nação”, afirmou Bolsonaro no evento.

Em outro trecho do discurso, ele disse que o soldado brasileiro sempre esteve presente nos “momentos mais difíceis”. “O que está acima de tudo é o destino da nossa nação.”

 

Diário do Ribeira/Gazeta SP

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS