24 de setembro de 2021 - 19:04

HomeDESTAQUES DO DIAIlha Comprida instala ecopontos para coleta e destinação correta do óleo de...

Ilha Comprida instala ecopontos para coleta e destinação correta do óleo de cozinha

Uma parceria firmada entre a Divisão do Meio Ambiente da Ilha Comprida e a empresa Bio Vale Coletas viabilizou a instalação de novos ecopontos para descarte de óleo de cozinha usado no município.

Os ecopontos estão dispostos na Prefeitura da Ilha Comprida, no prédio da administração da prefeitura no Boqueirão Sul, no Bazar do Artesanato do Fundo Social de Solidariedade (Pedrinhas), na Ecovila Juruvaúva, no Centro de Atenção ao Turista (CAT), além dos parceiros como Bar Adauto’s, Imobiliária Sim Imóveis e Adega Casa da Sogra.

 

 

A ação visa orientar as pessoas que armazenem o óleo utilizado em garrafas pet e então as entregue nos ecopontos indicados.

Empresas interessadas em disporem de um ecoponto, podem entrar em contato com a Divisão de Meio Ambiente da Ilha pelo telefone (13) 38427091.

Da importância do descarte correto

Segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), o consumo de óleos vegetais no Brasil se situa em torno de três bilhões de litros ao ano, e a estimativa é que, de cada quatro litros consumidos, um seja descartado de forma incorreta, o que representa mais de 700 milhões de litros ao ano lançados no meio ambiente sem o devido cuidado e controle.

Apesar de o óleo ter a consistência líquida, uma vez que ele se mistura com a água, se solidifica e faz com que a tubulação fique obstruída, levando ao mau funcionamento das estações de tratamento. Isso significa que boa parte desse resíduo chega aos mananciais e fica na superfície dos rios e lagos, impedindo a entrada de luz e oxigênio, causando a morte de várias espécies aquáticas.

Algumas pessoas realizam o descarte do óleo colocando-o dentro de sacos de lixo. Isso também não é correto porque, à medida que entra em contato com o solo, o óleo impermeabiliza o terreno, impedindo que a água se infiltre. Isso piora em situações de enchentes, além de que o resíduo carregado pela chuva se acumula às margens dos rios.

 

Diário do Ribeira

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS