21 de setembro de 2021 - 02:19

HomeDESTAQUE DA HORAEm Ilha Comprida: Diretor de fiscalização sugere a morador que reclamou da...

Em Ilha Comprida: Diretor de fiscalização sugere a morador que reclamou da falta de médico “fazer convênio”

O diretor de fiscalização de Ilha Comprida, Sérgio Morato, recomendou a um morador “fazer um convênio médico” após o munícipe reclamar que duas unidades de saúde da cidade estão sem médicos.

Ao expor o caso numa rede social, M.C. teve sua denúncia comentada pelo servidor municipal. “Procura (sic) fazer convênio médico, chega do município fazer assistencialismo”, escreveu Morato.

O morador reclamava da falta de profissionais nos Postos de Saúde da Familia (PSFs) Meu Recanto e Dora.

Segundo apurou a reportagem, os profissionais que atendiam nessas unidades pediram demissão. Dessa forma, pacientes estão sem conseguir realizar consultas.

O Diário do Ribeira procurou a assessoria de imprensa da prefeitura de Ilha Comprida para obter um posicionamento sobre os comentários do servidor e também a falta de médicos nos PSFs, mas não obteve retorno.

Mais do mesmo

Defensor ferrenho do prefeito Geraldino Junior (PSDB), Sérgio Morato não mede palavras, usa palavrão e intimida quem faz alguma crítica à gestão municipal, apontando falhas.

Em uma publicação em janeiro, o servidor mandou um morador “…chupar um canavial de ro#@“, que reclamava da falta de ônibus no trajeto entre Pedrinhas e o Boqueirão Sul.

Em horário do expediente, Morato encontrou tempo para atacar o munícipe na rede social. “Já vi que você é um bosta que nem daqui é, do contrário me conheceria, passar bem e trate de chupar um canavial de ro#@“, disparou.

Na época, a reportagem também procurou a prefeitura, mas não obteve retorno.

 

Diário do Ribeira

Boteco do Véio II

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS