22 de setembro de 2021 - 12:26

HomeDESTAQUES DO DIASebrae-SP promove ações que orientam microempreendedores da Região a regularizarem seus débitos

Sebrae-SP promove ações que orientam microempreendedores da Região a regularizarem seus débitos

Com o objetivo de orientar Microempreendedores Individuais (MEIs) de todo o Vale do Ribeira a regularizarem seus débitos junto à Receita Federal, o Sebrae-SP vai realizar dois dias de ações exclusivas para este público.

O Regulariza MEI acontece no dia 24 de agosto, das 19h às 21h, de forma on-line, e 25 de agosto, presencialmente.

Na ação on-line, especialistas do Sebrae-SP irão abordar diversos pontos sobre como consultar os débitos existentes; parcelamento dos débitos em atraso; declaração anual para MEIs; guias de pagamento e outras orientações gerais. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo link https://contato.sebraesp.com.br/regulariza-mei/.

Já na ação presencial, será realizado um plantão de atendimento. Todos os MEIs podem procurar o escritório do Sebrae-SP mais próximo, bem como os postos de atendimento Sebrae Aqui para tirar suas dúvidas sobre a regularização.

O atendimento remoto do Sebrae-SP por meios digitais também segue ativo e focado nas orientações para a regularização dos MEIs até o fim de agosto, seja por chat, e-mail, redes sociais, WhatsApp e pelo telefone 0800 570 0800.

No Vale do Ribeira, o escritório regional do Sebrae-SP fica no município de Registro, na Rua José Antônio de Campos, 297, no Centro. O telefone é o (13) 3828-5060. Há também diversos postos de atendimento do Sebrae Aqui em outros municípios da região. Para encontrar a unidade mais próxima basta procurar pelo link https://bit.ly/SebraeSPendereços.

Regularização

Os MEIs terão até o dia 31 de agosto para regularizar seus débitos, de INSS, ISS e ICMS, por meio do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) ou parcelamento. De acordo com a Receita Federal, mais de 4,4 milhões de empreendedores estão inadimplentes, o que representa cerca de 1/3 do total de inscritos.

A partir de setembro, a Receita Federal encaminhará os débitos não regularizados para inscrição em Dívida Ativa. Caso não faça a regularização, o MEI poderá ser cobrado judicialmente, perder os benefícios previdenciários, ter o CNPJ cancelado, ter dificuldades na obtenção de empréstimos e até mesmo ser excluído(a) do Simples Nacional e SIMEI.

“Estamos aqui para ajudar todos os microempreendedores individuais nesse momento decisivo para eles. Vamos orientar a todos que necessitem para que não percam seus benefícios previdenciários, o acesso ao simples nacional, bem como tantos outros direitos conquistados ao longo dos anos”, afirma Wilson Poit, diretor superintendente do Sebrae-SP.

Entre as dúvidas mais comuns entre os empreendedores que não estão com suas obrigações legais em dia estão o parcelamento de débitos, pontos relacionados ao Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) e alterações de Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE).

Quem está com dúvidas sobre o processo de regularização pode se inscrever na ação do Sebrae pelo link https://contato.sebraesp.com.br/regulariza-mei/. Neste link há também um e-book gratuito repleto de informações para ajudar o MEI a se regularizar.

 

Diário do Ribeira

 

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS