24 de setembro de 2021 - 18:38

HomeESTADOMotorista de ônibus é preso por atropelar motociclista de propósito na Grande...

Motorista de ônibus é preso por atropelar motociclista de propósito na Grande SP

Um motorista de ônibus de 42 anos foi preso depois de atropelar de propósito um motociclista em uma avenida de Mogi das Cruzes. O caso foi registrado na tarde de sexta-feira, mas foi divulgado nesta segunda (5). O suspeito responderá por tentativa de homicídio. O estado de saúde da vítima não foi divulgado.

O guarda municipal que atendeu a ocorrência, na avenida Lourenço de Souza Franco, relatou à Polícia Civil que quando a GCM chegou ao local o motociclista já havia sido retirado debaixo do ônibus e aguardava a chegada do Corpo de Bombeiros e Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu). A GCM informou que a vítima foi encaminhada ao Hospital Luzia de Pinho Melo.

No depoimento à polícia, o motorista do ônibus contou que o motociclista de 25 anos foi fechado por um carro na frente do ônibus e que isso fez com que a motocicleta fosse parar na frente do coletivo.

Segundo o motorista, o motociclista acabou sendo atropelado e arrastado por alguns metros na avenida.A GCM, porém, apresentou à Polícia Civil um DVD com as imagens do momento do acidente que foi flagrado por câmeras da Ciemp. De acordo com a Polícia Civil, nas imagens é possível ver o ônibus à direita da via em uma faixa de sentido único.

O vídeo mostra ainda o motociclista passar à esquerda do ônibus e bater sua mão direita contra o coletivo. Nesse momento, ele é surpreendido pelo motorista do ônibus, que joga o ônibus para cima da vítima, invadindo por completo a faixa da esquerda e assim derrubando e arrastando o motociclista.

O motociclista foi socorrido em estado grave e levado ao Hospital Luzia de Pinho Melo. Na unidade, ele passou por cirurgia, já que teve os músculos do braço esmagados pelo coletivo.

Em nota enviada ao “R7”, a EMTU disse que o motorista foi “afastado pela empresa e está sujeito às sanções previstas na legislação, inclusive demissão por justa causa”.

O caso envolveu o ônibus da linha 481 Poá – Mogi das Cruzes, operado pela empresa Alto Tietê, do Consórcio Unileste. A EMTU também lamentou o ocorrido e disse acompanhar o caso junto às autoridades policiais e cobrou as devidas providências por parte da operadora.

 

Diário do Ribeira/Gazeta SP

Foto: Ciemp

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS