28 de novembro de 2021 - 15:29

HomeESTADOFuncionários da Fundação Casa entram em greve e protestam na Capital

Funcionários da Fundação Casa entram em greve e protestam na Capital

Servidores da Fundação Casa, sistema socioeducativo no estado de São Paulo, iniciaram uma greve na manhã desta quarta-feira. Segundo informações do Sindicato da Socioeducação de São Paulo (Sitsesp), a greve ocorre em todas as unidades da Fundação no Estado.

Houve atos dos funcionários na Capital. Uma das manifestações aconteceu na Marginal Pinheiros, em frente o Batalhão do Choque, no sentido Cebolão e a outra foi registrada em frente a uma unidade Fundação Casa na Marginal Tietê, próximo a ponte da Vila Maria, em direção a rodovia Castelo Branco.

Segundo informações da “BandNews FM”, alguns sacos de lixo foram espalhados na Marginal Pinheiros e manifestantes atearam fogo no entulho para impedir a passagem dos veículos.

Os trabalhadores aprovaram a greve em assembleia na noite do dia 15 de junho, após tomar conhecimento da “postura intransigente” da Fundação Casa. “A Fundação e o governo do estado de São Paulo estão atacando a categoria, desvalorizando os profissionais, seja com as novas regras sobre o vale-refeição, seja pelo aumento do convênio médico ou pela falta de reajuste e aplicação do Plano de Cargos e Salários”.

Em nota, a Fundação Casa disse que lamenta a intransigência do sindicato de implementar um movimento de greve em plena pandemia de covid-19.

Ainda de acordo com o sindicato, mais de 30 servidores morreram vítimas da Covid-19, e a instituição não garantiu equipamentos de proteção individual de qualidade, nem testagem periódica e em massa. “Fecharam diversas unidades e transferiram arbitrariamente vários funcionários. Se recusaram a dar reajuste no salário com a inflação disparando e corroendo os salários. Estão querendo retirar direitos como o vale refeição em plena pandemia”, diz nota do sindicato.

Segundo a “Agência Brasil”, o movimento agendou um protesto para o dia 23 de junho, com concentração em frente ao Masp, passeata até a sede do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) e encerramento na Secretaria da Justiça e Cidadania. Nesse dia será julgado o dissídio coletivo dos funcionários.

 

Diário do Ribeira/Gazeta SP

Foto: Band TV

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS