5 de dezembro de 2021 - 05:28

HomeDESTAQUE DA HORAEm reunião “privada e quase em segredo” prefeitura se reúne com alguns...

Em reunião “privada e quase em segredo” prefeitura se reúne com alguns vereadores e culpa o comércio pela bandalheira no centro de Cananéia

Reservadamente, quase que em segredo, sem qualquer comunicação à sociedade civil ou à imprensa local, a Prefeitura Municipal de Cananéia se reuniu com parte dos vereadores da cidade para discutir a bagunça generalizada que tem se formado aos finais de semana no centro histórico.

Para o prefeito Robson Leonel, o problema tem sido gerado pelos comércios tradicionais do Centro. Na página oficial da prefeitura, no Facebook, o prefeito, sem um mínimo de conhecimento sobre o problema, comenta a situação: “Toda equipe da prefeitura tem orientado os comércios a fim de atender as exigências do Plano São Paulo”. Para o prefeito, os comércios são os responsáveis pela baderna e estão desrespeitando a pandemia e descumprindo o Plano São Paulo.

Na realidade, o que acontece é que o prefeito talvez não saiba que toda essa bagunça acontece após às 24 horas, quando o comércio tradicional já está fechado, como orienta o Plano São Paulo.

O prefeito ainda se arrisca a dizer que existem comércios que estão descumprindo a determinação imposta pela pandemia do coronavírus e ainda ameaça com punições mais severas, maiores restrições de funcionamento e multas.

“A pandemia não acabou, milhares de pessoas não foram imunizadas, estão perdendo amigos e familiares, e ainda afrontam as medidas de isolamento social, trazendo perturbação do sossego, é inadmissível, e sofrerão no bolso o descaso”, declarou Robson Leonel.

Como solução para o problema, a prefeitura informa, erroneamente, que vai restringir o trânsito de veículos na área central da cidade, medida que não dissolve o problema, de certo que não.

De acordo com a matéria publicada pelo fotógrafo Bruno Neri, que atualmente ocupa um cargo de assessor de comunicação na prefeitura, o apoio da Polícia Militar será requisitado para garantir a segurança dos profissionais e munícipes. Na matéria, a prefeitura ainda afirma que equipes de vigilância sanitária e fiscalização também serão deslocadas para acompanhar o funcionamento das atividades comerciais, o que mais uma vez parece no mínimo ultrajante, já que o problema sempre acontece quando o comércio do centro está fechado.

Ainda como resultado da “reunião secreta”, o prefeito culpa pais e responsáveis pelo ocorrido. “Nosso pedido vai para os pais e responsáveis, sua negligência em conter esses jovens em casa pode trazer problemas sérios, senão contrair o coronavírus, cuide do seu filho”, finalizou Robson Leonel.

O Diário do Ribeira já havia alertado a situação em matéria publicada na última segunda feira (07).

 

Por: Marcelo Barros/Diário do Ribeira

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS