- Propaganda -spot_img
13 de junho de 2021 - 20:44

HomeESPORTESDesorganizado, Santos leva 3 do Bahia e começa Brasileirão de forma melancólica

Desorganizado, Santos leva 3 do Bahia e começa Brasileirão de forma melancólica

- Propaganda -spot_img

O Bahia estreou com o pé direito no Brasileirão 2021 e venceu o Santos por 3 a 0, jogo válido pela primeira rodada. Foram três em sete minutos e a equipe baiana matou o jogo no início da segunda etapa, após um primeiro tempo sem muitas emoções. Os gols foram marcados por Thaciano, que foi duas vezes às redes e Juninho.

A vitória fez com que o Tricolor de Aço conseguisse reaver um pouco da confiança, perdida em função da eliminação na Copa Sul-Americana. O Peixe, por sua vez, sai com mais dúvidas que respostas ao final dos primeiros 90 minutos do campeonato.

O próximo compromisso do Santos é pela Copa do Brasil. Na terça (1), o alvinegro praiano vai até o Paraná enfrentar o Cianorte, no confronto da ida da Terceira Fase da competição. Já o Bahia enfrenta o Vila Nova, de Goiás, na casa do adversário, também na terça.

 

Começo equilibrado, mas lento

As equipes começaram dividindo o protagonismo do domínio das ações durante a primeira etapa. Acontece que, nenhum dos dois times, conseguiram criar boas chances nos primeiros trinta minutos de jogo. Os setores de criação das duas equipes apresentavam muitas dificuldades.

 

Diniz na bronca

Ainda sem torcida em função da pandemia, é possível ouvir bastante o que se diz em campo e fora dele. Durante todo o primeiro tempo foi possível ouvir o treinador Fernando Diniz cobrando que o Santos acelerasse mais o jogo. A equipe paulista tinha mais posse de bola, mas não era eficiente ao converter isso em chances de gol.

 

Chances trocadas

No fim do primeiro tempo surgiram boas chances. Pelo Bahia, Rodriguinho foi lançado e saiu frente a frente com João Paulo, mas finalizou para fora. Em campo, o bandeira até assinalou o impedimento, que não aconteceu. Caso acertasse o gol, contaria para o Tricolor baiano. Pelo Santos, o ataque santista trabalhou bem pelo lado direito e Marinho, dentro da área, finalizou para boa defesa do goleiro Mateus Claus.

 

Segundo tempo: dois gols em três minutos

Se no primeiro tempo o jogo foi arrastado, antes do primeiro minuto da etapa complementar a história foi diferente. Pará falhou em afastar a bola e Rossi, pela direita, cruzou para dentro da área. Thaciano chegou finalizando e colocou os donos da casa na frente do placar. Pouco mais de dois minutos após marcar o primeiro gol, a zaga do Santos falhou novamente: de novo Rossi avançou pela direita e, mais uma vez, Thaciano chegou finalizando.

 

Blitz baiana

O Bahia não tomou conhecimento do Santos no reinício da partida e antes dos dez minutos marcou o terceiro gol na partida. Em cobrança de escanteio, a bola na área encontrou a cabeça de Juninho, que subiu sozinho e marcou. O gol foi confirmado após checagem do árbitro de vídeo.

 

Houve esforço

Após o início alucinante do Bahia, a equipe deixou de pressionar de maneira mais alta a saída de bola dos santistas. Coube aos paulistas buscar o gol, mas assim como no primeiro tempo, a equipe esbarrou na fraca atuação do seu sistema ofensivo. O ataque do alvinegro sempre acabava em finalizações de fora da área, sem muito perigo, ou em cruzamentos rebatidos pela defesa baiana.

Mudanças não surtiram efeito

Fernando Diniz até mexeu no time e buscou ser mais ofensivo, mas pouco adiantou. O time seguiu finalizando sem oferecer muito perigo ao goleiro Mateus Claus. O Bahia, já com a liderança, também mexeu e procurou se preservar no jogo e sair apenas em contra-ataques. De toda forma, o placar não foi mais alterado.

 

FICHA TÉCNICA
BAHIA 3 X 0 SANTOS
BRASILEIRÃO SÉRIE A – 2021

BAHIA – Mateus Claus; Renan Guedes, Conti, Juninho e Matheus Bahia; Patrick de Lucca (Jonas), Daniel (Lucas Araújo) e Thaciano (Matheus Galdezani); Rodriguinho (Maycon Douglas), Rossi e Gilberto (Thonny Anderson). Técnico: Dado Cavalcanti.

SANTOS – João Paulo; Pará (Madson), Kaiky (Marcos Guilherme), Luan Peres, Felipe Jonatan; Alison, Jean Mota e Gabriel Pirani; Marinho, Kaio Jorge (Marcos Leonardo) e Lucas Braga (Ângelo). Técnico: Fernando Diniz.

 

Local: Estádio do Pituaçu, em Salvador (BA)
Horário: 20h
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ) Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Correa, Thiago Henrique Farinha (ambos do RJ)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Gols: Thaciano (BAH) 1’/2ºT e 3’/2T, Juninho (BAH), 7’/2ºT; Cartões Amarelo: Patrick de Lucca (BAH), Rossi (BAH);
Cartões Amarelo: Patrick de Lucca (BAH), Rossi (BAH); Matheus Bahia (SAN). Marinho (SAN), Alisson (SAN), Luan Peres (SAN).

 

Diário do Ribeira/Gazeta SP

Foto: Santos F.C

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Propaganda -spot_img