19 de setembro de 2021 - 01:19

HomeDESTAQUES DO DIACorinthians goleia Sport Huancayo na Sul-Americana; Renato Gaúcho recusa proposta

Corinthians goleia Sport Huancayo na Sul-Americana; Renato Gaúcho recusa proposta

Enquanto a diretoria do Corinthians ainda busca um novo técnico, o analista de desempenho Fernando Lázaro, 40, foi quem comandou a equipe na vitória por 5 a 0 sobre o Sport Huancayo (PER), nesta quinta (20), em partida na qual as duas equipes, eliminadas, apenas cumpriram tabela na Copa Sul-Americana.

Filho de Zé Maria, 72, lateral histórico do Corinthians – que fez 598 jogos pelo clube, participou da famosa Invasão ao Maracanã, em 1976, e do lance do gol de Basílio no título paulista de 1977 –, Lázaro repetiu os passos do pai ao dirigir a equipe. Lázaro e Zé são a primeira dupla formada por pai e filho que atuaram como treinadores na história corintiana.

Escolhido na época pelos próprios jogadores, Zé Maria também teve a chance de comandar o time após a demissão de Jorge Vieira, em 1983. Trabalhou como técnico em dez jogos, com três vitórias, cinco empates e duas derrotas.

Já o analista está em sua segunda passagem pelo Parque São Jorge. Na primeira, em 1999, ingressou no clube para trabalhar no departamento de informática, área em que atuou por 17 anos.

Em 2016, foi convidado por Tite para integrar a seleção brasileira e participou da campanha na Copa do Mundo da Rússia e do título da Copa América de 2019.

De volta ao Corinthians neste ano, passou a fazer parte da comissão técnica fixa, como analista. Trabalhou com Vagner Mancini, demitido no domingo (23), e vai integrar a equipe do treinador que será contratado. Renato Gaúcho recusou a proposta na noite dessa quinta (20).

Diante do Huancayo, Lázaro optou por uma escalação mais ofensiva do que a adotada por Mancini. Ele armou um 3-5-2, com Luan de falso 9 e Araos centralizado no meio, além de colocar Gustavo Mosquito desde o início da partida, como pedia boa parte da torcida.

Devido à fragilidade do adversário, o Corinthians teve facilidade para envolver o time peruano e passar a maior parte do tempo no campo de ataque.

Ainda no primeiro tempo, abriu dois gols de vantagem, com Mosquito, aos 11, e Mateus Vital, aos 35.
No começo da segunda etapa, passou a jogar com um a mais após a expulsão de Arroe por cotovelada em Camacho, aos seis minutos. Na sequência, aproveitou e ampliou o placar com Gil, aos dez.

Ainda houve tempo para Gustavo Silva marcar novamente, aos 23, e para Luan fechar a conta, aos 34.

CORINTHIANS
Cássio; João Victor, Gil, Raul Gustavo e Lucas Piton; Gabriel (Adson), Camacho (Jô), Luan, Araos (Roni) e Mateus Vital (Léo Natel); Gustavo Mosquito (Ramiro). T.: Fernando Lázaro

SPORT HUANCAYO
Joel Pinto; Carmona (Benites), Valoyes, Duclós e Reyes; Rojas, Vilar, Velásquez, Arroé e Óscar Barreto (Huaccha); Monsalvo (Quintero). T.: Wilmar Valencia

Estádio: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Árbitro: Angelo Hermosilla (CHI)
Assistentes: Claudio Rios e Christian Schiemann (CHI)
Cartões amarelos: Gil (COR)
Cartões vermelhos: Arroé (HUA), aos 6’/2ºT
Gols: Gustavo Mosquito (COR), aos 11′, e Mateus Vital (COR), aos 35’/1ºT; Gil (COR), aos 10′, Gustavo Mosquito (COR), aos 23′, e Luan (COR), aos 34’/2ºT

 

 

Diário do Ribeira / Gazeta SP

Boteco do Véio II

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS