28 de novembro de 2021 - 14:04

HomeVARIEDADESNegacionistas e gente que não usa máscara são inimigos em game criado...

Negacionistas e gente que não usa máscara são inimigos em game criado por brasileiros

Uma equipe de programadores vem quebrando metas atrás de metas em sua vaquinha virtual para que possam lançar o game ‘Punhos de Repúdio’, um jogo do gênero beat ’em up onde o objetivo é bem simples: Derrotar todos os inimigos que se recusam a usar máscara em meio à pandemia.

Honrando clássicos como Double Dragon, Streets of Rage e Final Fight, a origem de ‘Punhos de Repúdio’ se deu em julho do ano passado e, de acordo com a equipe da produtora ‘Braindead Broccolli’, responsável pela criação do beat ’em up, a realização de uma demo foi finalizada em menos de um mês. Após viralizar nas redes sociais e ganhar uma verdadeira onda de seguidores em pouco tempo, Kainã Lacerda, Ulisses D’Ávila, João Matheus Nascimento, Vitor Miyai e Luiza Bartolette encontraram no portal ‘Catarse’ uma maneira de viabilizar o lançamento de uma experiência completa.

“Um dia, um vírus mortal se espalhou. Esse vírus mudou a forma como as pessoas vivem suas vidas, fazendo com que todos entrassem em um estado de auto-quarentena, saindo na rua apenas para o essencial e usando máscaras como medida de segurança. Porém, uma certa porcentagem irracionalmente fanática da população decidiu ignorar tais medidas, colocando em risco a vida de todos. Infelizmente, a única forma de combater esses idiotas egoístas é através dos Punhos de Repúdio”, afirma a descrição do jogo.

Até o momento, o game já conseguiu arrecadar mais de R$ 39 mil, quantia suficiente para viabilizar lançamento de ‘Punhos de Repúdio’ no Windows (Steam), Linux, MACs e PS4. Além disso, a verba também foi suficiente para desbloquear novos personagens, cenários destrutíveis e multiplayer local para até 4 jogadores simultaneamente, similar ao que pode ser encontrado no clássico de Arcade, TMNT: Turtles in Time. Até o momento, as lutadoras Laura, Nina e Olga já foram anunciadas pelos desenvolvedores e outros personagens ainda deverão ser revelados.

“O público se identificou muito com a proposta do jogo. Recebemos inúmeras mensagens de apoio, tanto de pessoas que têm intimidade com esse tipo de jogo como de outras que não são tão íntimas mas se identificaram e reconheceram referências, além de curtirem ver um jogo brasileiro onde geralmente veem jogos estrangeiros. Mas também teve gente que, aparentemente, apoia a transmissão do coronavírus que ficou bastante revoltada, o que era algo que já esperávamos”, afirmou Luiza Bartolette em entrevista ao portal Warpzone.

Apesar de ainda não possuir uma data de lançamento para todas as plataformas, quem se interessou pela proposta pode colaborar para o lançamento de ‘Punhos de Repúdio’ por meio do Catarse e as colaborações vão de R$ 10 a até R$ 10 mil e todas as colaborações acima de R$ 12 já dão direito a uma ‘key’ do jogo no PC quando ele for lançado.

 

 

Diário do Ribeira / Gazeta SP

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS