18 de junho de 2021 - 06:19

HomeMUNDOPiloto faz pouso de emergência sem notar que avião estava partindo ao...

Piloto faz pouso de emergência sem notar que avião estava partindo ao meio

Um piloto de avião pediu um pouso de emergência por falha no motor, após uma colisão em pleno voo, próximo a Denver, nos Estados Unidos, nesta quinta-feira (13). Porém, o que ele não havia percebido era que a aeronave estava quase partida ao meio, como diz o áudio do controle de tráfego aéreo.

Segundo o jornal CBS Denver, a colisão ocorreu ao norte do Aeroporto Centennial. A reportagem informa que a outra aeronave caiu no Parque Estadual Cherry Creek, enquanto a que sofreu muitos danos pousou “milagrosamente” no aeroporto.

“Quando vi aquela foto, fiquei surpreso ao ver que aquele avião havia voltado para o solo. A integridade estrutural da maioria dos aviões depende da presença de todo o avião”, disse Tyler Bachelder, professor associado de aviação e ciência aeroespacial na Metro State University of Denver.

O piloto que solicitou o pouso de emergência estava a bordo de um jato Fairchild Metroliner bimotor. O avião é propriedade da Key Lime Air, que tem sede no Colorado. “Parece que o motor direito falhou, então vou continuar pousando aqui”, disse o piloto em um trecho do áudio.

A segunda aeronave era um monomotor Cirrus SR22 2016, alugado pela Independence Aviation, segundo a agência de notícias Associated Press. Seu piloto conseguiu ativar o sistema de paraquedas de fuselagem para retardar a descida do avião após a colisão, ele e o passageiro chegaram ao solo em segurança.

Frances Phillips contou ao CBS Denver que viu os dois aviões enquanto caminhava pelo parque. “Ele parecia estar oscilando e eu pensei: ‘Espere um pouco, ele vai conseguir se levantar mais rápido e continuar a manter sua altura?’.”

“Parecia que ele virou e começou a vir direto para mim. Eu não queria que caísse bem onde eu estava, então apenas corri”, contou Phillips. Não há confirmação da relação entre os dois pilotos no avião, uma vez que suas identidades não foram divulgadas.

Na quarta-feira (13) a Independence Aviation divulgou um comunicado que confirmava que a aeronave era deles. “Estamos cientes do acidente de colisão envolvendo uma aeronave alugada da Independence Aviation e estamos muito satisfeitos que nenhum ferimento foi relatado para ninguém em qualquer aeronave ou em solo.”

“A aeronave alugada pela Independence Aviation foi uma Cirrus SR22 2016 que está equipada com um Cirrus Airframe Parachute System (CAPS) a bordo que o piloto implantou com sucesso”, concluiu o comunicado.

A Key Lime Air afirmou que até estar no solo, o piloto não sabia que a aeronave havia sido atingida. “Não podemos expressar a gratidão que temos, em toda a empresa, por ninguém ter se ferido”, disse a empresa também em comunicado. A empresa também afirmou que irá colaborar com a investigação.

“No momento, estamos permitindo que o NTSB e a FAA conduzam suas investigações”, disse um comunicado emitido por Derek Severns do Cirrus Platinum Training Center, um centro de treinamento de pilotos.

 

 

 

Diário do Ribeira / Gazeta SP

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS