- Propaganda -spot_img
13 de junho de 2021 - 21:35

HomeESTADOCâmara de SP demora um ano para aprovar projeto a pacientes com...

Câmara de SP demora um ano para aprovar projeto a pacientes com Covid

- Propaganda -spot_img

O projeto de lei que institui a visita virtual para pacientes internados com Covid-19 na rede municipal de saúde de São Paulo só conseguiu ser aprovado em segundo turno nesta semana. Ele havia sido apresentado pelos vereadores Arselino Tatto e Jair Tatto (ambos do PT) em maio de 2020, e precisou enfrentar etapas morosas na Câmara Municipal. “A aprovação de projetos dos vereadores que não são da base do governo tem sofrido alguns atrasos e entraves políticos”, explicou Arselino à coluna. Ele acrescentou que o fato da visita virtual precisar de compra de equipamentos também pode ter emperrado o processo, além do grande volume de projetos relacionados à pandemia. Apesar de lamentar a demora, Arselino celebrou a aprovação definitiva. “A visita virtual é uma forma de aliviar o sofrimento de quem está hospitalizado e em isolamento com Covid ou qualquer outra doença que não permita visitas”. O projeto seguiu para sanção do prefeito.

Saúde. Além da visita virtual, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou sete projetos em votação definitiva nesta semana. Na área da saúde estão o que institui o programa de proteção cerebral para prevenção de sequelas neurológicas em bebês, do vereador Paulo Frange (PTB), o que adota o programa de prevenção à sepse, de Aurélio Nomura (PSDB), e o que reconhece a prática da atividade física como essencial para a população, de autoria de Rodrigo Goulart (PSD).

Muita gente. Um terço da população da cidade de São Paulo já teve contato e apresenta anticorpos para o novo coronavírus, de acordo com os resultados da quinta fase do inquérito sorológico realizado pela Secretaria Municipal da Saúde. Do total de casos confirmados, 56,1% são assintomáticos e a maior prevalência é observada na população de jovens adultos, de 18 a 34 anos. O inquérito também mostra que a prevalência do vírus é menor nos indivíduos em teletrabalho e maior nos que trabalham fora, desempregados e que não trabalham.

Vidas salvas. Serrana, no interior de São Paulo, viu os casos e mortes por Covid-19 desabarem após o município ser escolhido pelo Instituto Butantan no início de março para um teste de vacinação em massa, que resultou na imunização de 98% dos adultos. De acordo com levantamento do portal “Metrópoles”, 19 pessoas morreram de Covid-19 na cidade em março. Em abril, foram seis óbitos. E agora, nos primeiros 10 dias de maio, uma pessoa morreu por causa da doença.

Rodovias. O Governo de São Paulo lançou nesta sexta-feira (14) um edital para a concessão de rodovias do Lote Litoral Paulista. São 222 quilômetros de malha rodoviária entre as cidades de Mogi das Cruzes e Pedro de Toledo, passando por municípios da Baixada Santista. São esperados investimentos de R$ 3 bilhões durante 30 anos. “Estamos buscando parceiros para essa concorrência e esclarecendo os critérios de julgamento para atrair importantes investidores”, afirmou o vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB).

“O governo federal deve um pedido de desculpas ao governo chinês.”

João Doria, governador de São Paulo, ao dizer que governo do país asiático “está ajudando o Brasil a vencer a pandemia e salvar vidas”.

 

Diário do Ribeira / Gazeta SP

Foto: Câmara Municipal de São Paulo

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

ULTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Propaganda -spot_img