• Seja bem vindo ao Diário da Ribeira!
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Ilha Comprida: Mulher que passa por gravidez de risco enfrenta drama por não conseguir agendar ultrassonografia

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Uma gestante de 39 anos de Ilha Comprida, está enfrentando uma barreira que diz respeito a um dos processos básicos e que devem ser oferecidos pelas unidades de saúde nos municípios: um simples ultrassom.

Edna Pereira de Jesus atravessa uma gravidez de risco por conta da idade e já fez inúmeras tentativas de marcar um ultrassom a fim de se tranquilizar sobre a saúde de seu bebê.

Todo esse drama vivido pela gestante se dá porque o município de Ilha Comprida simplesmente não possui um aparelho de ultrassonografia. As demandas de pacientes do município são atendidas, por meio de serviço contratado pela prefeitura, em duas clínicas na cidade vizinha.

Segundo a gestante, os agendamentos para o exame terão início somente em março.

Por meio de nota, a administração municipal informou que a paciente está em tratamento e o ultrassom será realizado na próxima semana. Ainda, segundo a nota, a solicitação da ultrassonografia se deu na segunda-feira (18), dia em que foi realizada a consulta do pré-Natal de Edna.

 

Diário do Ribeira

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DESTAQUES DO DIA