• Seja bem vindo ao Diário da Ribeira!
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Doria reforça vacinação para indígenas e quilombolas a partir deste sábado

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou no período da tarde desta quarta-feira, 20, que a imunização das populações indígenas e quilombolas contra a covid-19 terá início no sábado, 23, e afirmou desconhecer o motivo que levou o governo federal a excluir parte desse grupo do Plano Nacional de Imunização.

Segundo informou Doria, a vacinação de indígenas terá início em São Bernardo do Campo, em uma comunidade próxima à Encosta da Serra do Mar, e a de quilombolas pelo Vale do Ribeira, litoral sul do Estado e região em que o presidente Jair Bolsonaro viveu até completar os 18 anos.

“Lamentavelmente, a população quilombola foi excluída da campanha nacional de imunização. Nós não sabemos por que o governo federal excluiu a população quilombola do País do Plano Nacional de imunização, mas em São Paulo os quilombolas serão vacinados”, disse o governador João Doria, em entrevista coletiva na sede do governo paulista.

Em 2017, o presidente Jair Bolsonaro foi condenado, em decisão da primeira instância que acabou revertida, a multa de R$ 50 mil “por danos morais coletivos a comunidades quilombolas e à população negra” por falas dadas após visita a um quilombo em Eldorado Paulista, no Vale do Ribeira.

Durante palestra no Clube Hebraica, no Rio de Janeiro, o então deputado Jair Bolsonaro havia dito: “O afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas. Não fazem nada. Eu acho que nem para procriadores servem mais.”

 

Gazeta SP/Estadão Conteúdo

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DESTAQUES DO DIA