• Seja bem vindo ao Diário do Ribeira!
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

  • 8 de maio de 2021
  • 03:25

Atleta de Cananéia vence sedentarismo e já desenha projetos de atividade física para sua comunidade

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Qual foi a última desculpa que deu para fugir de uma atividade física? Cansaço, rotina extensa de trabalho, dores nas articulações, pressão na lombar, falta de dinheiro? Quantas “segunda-feira eu começo” já foram pronunciadas?

Uma coisa é certa e todos nós devemos considerar: O corpo foi feito para estar em movimento e está comprovado que ele se adapta às mais variadas modalidades dentre exercícios e condições climáticas.

Em algum momento de sua rotina diária, seu corpo já se sentiu exaurido, como se precisasse de uma injeção de energia para funcionar? Mesmo que você não tenha feito nenhum esforço físico, seus músculos parecem cansados.

Isso acontece porque até mesmo o sedentarismo e as posições que fazemos diariamente (muito tempo sentado em um escritório ou em pé no trabalho, por exemplo) são cansativas. O nosso próprio organismo clama por algum tipo de movimento.

E não é só o corpo que sente os efeitos de tal negligência. A saúde mental também é afetada.

Um estudo da Escola de Saúde Pública de Harvard descobriu que apenas 15 minutos de caminhada ao dia reduzem os riscos de depressão em 26%, confirmando, desta forma, que exercícios físicos são extremamente eficazes para tratar depressão leve e moderada sem o auxílio de medicamentos psiquiátricos.

Wagner Barreto, de 45 anos, morador de Cananéia, é um exemplo de quem rompeu a barreira do sedentarismo e se rendeu aos “encantos” do atletismo.

 

 

O seu próximo desafio, aliás, é só uma atividade de ciclismo de 600 km- o Desafio 600 km- que já vai para a sua 4ª  edição, onde cada participante deve concluir a distância estipulada num período de 1 mês. O Objetivo do desafio consiste em incentivar os atletas e não vai de encontro à competição entre eles. Desta forma, o desempenho de cada um deles é acompanhado pelo aplicativo Strava.

Wagner conta sobre seu histórico de hipertensão e obesidade e diz que chegou a pesar 112kg. “Eu torcia para que o dia estivesse chuvoso para eu poder ter uma desculpa e poder ficar em casa sem fazer nada”, confessa o atleta.

Hoje, com 85 kg, ele nem pensa em voltar à antiga rotina e já se prepara para correr uma meia maratona. E futuramente, por que não fazer uma prova de Ironman?

Wagner, que integra os grupos de corrida: Guará Running e de pedal: Bike Caiçara, conta que já pedala há 5 anos e corre há 4. Sua rotina de atividades físicas inclui corridas diariamente, com um percurso total aproximado de 50 km por semana e pedal aos finais de semana, onde ele percorre de 70 a 100 km por pedalada.

 

 

Só neste ano, de acordo com informações do aplicativo Strava, Wagner já percorreu uma distância de 2.700 km de corrida e no pedal já alcançou a marca de 3.000 km.

“Basta só dar o primeiro passo. Aquilo que a mente imaginar o corpo vai obedecer. Eu comecei a pedalar com 112 kg, então qualquer um pode. Sem desculpa!”, finaliza em tom de incentivo.

Em meio a tanta disposição ele ainda tem um sonho, que é o de incorporar essas duas modalidades esportivas na comunidade onde vive. O projeto vem sendo desenhado e será apresentado para a Prefeitura Municipal de Cananéia em breve.

 

Por: Érica Xavier/Diário do Ribeira

 

 

 

 

 

 

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DESTAQUES DO DIA