• Seja bem vindo ao Diário do Ribeira!
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

  • 8 de maio de 2021
  • 04:02

Casos de Covid-19 em Cananéia avançam e criam estado de alerta

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Trezentos e oitenta confirmados! Trezentos e oitenta! Estamos falando dos números de casos confirmados de Covid-19 em Cananéia, um município com pouco mais de 12.000 habitantes.

Quando nos referimos a números, por vezes, alguns indivíduos não se dão conta de que estamos falando de vidas, de pessoas que apresentam sintomas leves a quadros graves, quadros que acabam levando ao imediato comprometimento dos pulmões, seguido do sistema imunológico e até da mente do paciente.

Podemos falar, ainda, em um estado de saúde em colapso, que se inicia com tosse seca, febre, cansaço, dores de cabeça e musculares e evolui para um quadro onde o doente já apresenta dificuldade respiratória, com sensação de “afogamento”, dores no peito, declínio da função motora, queda de pressão arterial e confusão mental.

Todo esse sofrimento ainda pode vir acompanhado de isolamento, incerteza, pânico, solidão, além do risco de morte a caminho do hospital. E como se não fosse o suficiente, na unidade de saúde ainda pode não haver um leito disponível para tratamento e alívio da dor. Então, pode-se dizer que o cenário “volta” a ser aquele da dita “primeira onda”.

Mas que primeira? E que segunda onda? A realidade é apenas uma. E se trata da presença de um vírus invisível, poderoso e letal que segue se espalhando a medida que a população não se previne, não respeita os protocolos de prevenção e medidas de saúde básicas que devem ser adotadas diariamente e continuamente. Em última alternativa, pede-se às pessoas que não seguem as medidas, que comecem a considerar o quesito bom-senso na vida e o respeito ao próximo.

Agora, voltando aos números, em Cananéia os casos confirmados da doença saltaram, num intervalo de apenas 5 dias, de 307 para 380. São 73 novos casos. São mais 73 vidas em risco!

De acordo com a última divulgação da administração do município, feita na última sexta-feira (4), há um novo óbito confirmado. Um homem de 63 anos, deu entrada no Pronto Socorro no dia 3 de dezembro e foi internado no Hospital Regional de Pariquera-açu, mas não resistiu.

O boletim ainda aponta 39 novos casos, sendo 18 mulheres de 18, 24, 2 de 28, 30, 33, 36, 2 de 40, 41, 2 de 43, 45, 53, 57, 65 e 66 anos e 21 homens 17, 28, 29, 30, 33, 34, 36, 37, 40, 45, 48, 49, 2 de 52, 2 de 63, 2 de 64, 67 e um de 98 anos anos totalizando 380 pessoas confirmadas com o novo vírus.

Dentre os confirmados, há 58 pessoas em quarentena domiciliar e 6 pacientes internados.

Sobre os recuperados, entraram para essa conta 18 mulheres de 22, 24, 2 de 26, 2 de 30, 3 de 36, 39, 40, 42, 44, 51, 57, 60, 64 e 69 anos e 16 homens de 10, 13, 17, 29, 35, 41, 42, 45, 46, 51, 55, 61, 64, 74 e 75 anos . Além destes, há 124 mulheres, de 13 a 77 anos, sendo 3 indígenas, e 118 homens de 12 a 89 anos, 6 crianças 2 de 3 anos e outra de 6 anos e 3 crianças indígenas, além de 19 profissionais de saúde.

O número de suspeitos continua alto, com 54 pessoas aguardando os resultados dos exames. O número de descartados aumentou para 816 casos. Agora estão sendo contabilizados os resultados das testagem em massa em comércios que apresentam um ou mais funcionários confirmados.

Acompanhe o avanço da doença, de acordo com os últimos boletins epidemiológicos divulgados pela prefeitura da cidade:

 

 

Por: Érica Xavier/Diário do Ribeira 

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DESTAQUES DO DIA