O ex-jogador Diego Armando Maradona morreu nesta quarta-feira (25), aos 60 anos. O maior jogador da história do futebol argentino sofreu uma parada cardiorrespiratória em casa, em Tigre.

Maradona havia recebido alta no dia 11 de novembro do hospital em Buenos Aires no qual estava internado desde o começo do mês, devido a uma operação na cabeça e outros problemas de saúde.

Ele foi operado um hematoma subdural e depois, por decisão familiar e médica, permaneceu hospitalizado devido a uma “baixa anímica, anemia e desidratação” e um quadro de abstinência devido ao vício em álcool, segundo os primeiros informes médicos.

O campeão do mundo com a seleção argentina em 1986 continuava sua recuperação em uma casa especialmente adaptada.

 

Diário do Ribeira / Gazeta SP


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *