• Seja bem vindo ao Diário da Ribeira!
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

São Paulo recebe primeiras 120 mil doses da CoronaVac

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

As primeiras 120 mil doses da CoronaVac, vacina contra Covid-19, chegaram na manhã desta quinta-feira no Aeroporto Internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo. O imunizante é desenvolvido pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan, e foi importado da China.

A chegada do material foi acompanhada pelo governador João Doria (PSDB), o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, e o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchtey. O voo da China desembarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo.

Atualmente, a CoronaVac está na última fase de testes, quando é avaliada em humanos. Para ser aplicada na população, a vacina precisa ser autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

6 milhões de doses

Essas 120 mil doses integram um lote de 6 milhões previsto para chegar até o final de dezembro. Por questões de segurança, o governo não divulgou o local em que serão armazenadas.

Além disso, o Instituto Butantan deve receber parte da matéria-prima para a fabricação de outras 40 milhões de doses, segundo o governo de São Paulo.

“Até o final de dezembro serão 6 milhões [de doses], até janeiro, 46 milhões. E, muito em breve, podemos chegar a 100 milhões de doses. Nós temos, sim, outras vacinas também. A vacina salva, a vacina pode colocar a normalidade na vida do país”, afirmou João Doria após receber o lote.

 

Diário do Ribeira / Gazeta SP

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DESTAQUES DO DIA

DESTAQUES DA SEMANA

Diego Maradona morre em casa aos 60 anos

O ex-jogador Diego Armando Maradona morreu nesta quarta-feira (25), aos 60 anos. O maior jogador da história do futebol argentino sofreu uma parada cardiorrespiratória em casa, em Tigre. Maradona havia recebido alta no dia 11

Leia Mais »