• Seja bem vindo ao Diário da Ribeira!
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

São Paulo elimina o Flamengo e vai à semi da Copa do Brasil

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

O São Paulo está na semifinal da Copa do Brasil de 2020. Na noite desta quarta-feira (18), no Morumbi, o Tricolor venceu por 3 a 0 e eliminou o Flamengo nas quartas de final. No placar agregado, com o triunfo por 2 a 1 no duelo de ida, no Rio de Janeiro, a equipe são-paulina levou a melhor por 5 a 1 e vai encarar o Grêmio, que eliminou o Cuiabá. No mesmo horário, o Internacional devolveu o 1 a 0 para o América-MG, mas o time mineiro garantiu a classificação nos pênaltis (6 a 5) e irá enfrentar o Palmeiras.

Os três gols foram marcados no segundo tempo, duas vezes por Luciano e uma por Pablo. O Flamengo até teve chance de diminuir quando o placar estava 2 a 0, mas Vitinho isolou cobrança de pênalti. O sistema defensivo do São Paulo funcionou, e o time carioca sentiu falta de seus principais goleadores, Gabigol e Pedro, ambos lesionados.

O São Paulo aumentou a freguesia sobre Rogério Ceni. Agora são sete jogos entre o clube e o ídolo como adversário, com cinco vitórias e dois empates. Além disso, o treinador já havia sido eliminado da Copa do Brasil pelo São Paulo quando comandava o Fortaleza, nas oitavas de final.

O jogo no Morumbi teve um primeiro tempo mais estudado, quase sem chances de gol. As equipes pressionavam a saída de bola e não davam espaço para a criação de jogadas. No segundo, porém, o São Paulo abriu o placar logo no primeiro minuto. Daniel Alves cruzou de perna esquerda e Luciano desviou para o fundo da rede. O assistente chegou a marcar impedimento, mas o árbitro de vídeo confirmou o gol.

O Flamengo havia voltado do intervalo com Éverton Ribeiro, que atuou na terça-feira pela seleção brasileira na vitória por 2 a 0 sobre o Uruguai, em Montevidéu. O meia iniciou a recuperação física logo após o duelo das Eliminatórias e ficou à disposição de Rogério Ceni.

Só que o gol do São Paulo atrapalhou os planos do time rubro-negro. E Luciano ampliou aos 10, de cabeça, aproveitando cruzamento na medida de Reinaldo. O atacante tem sido fundamental para a boa fase da equipe, assim como Brenner, que tinha marcado os dois gols no duelo de ida no Maracanã.

O Flamengo até teve chance de diminuir o placar. Willian Arão cabeceou, a bola pegou no braço de Brenner e o árbitro marcou pênalti após ver o lance no monitor. Vitinho cobrou muito mal, por cima do gol de Tiago Volpi.

A perda do pênalti desanimou o Flamengo, que tinha dificuldades para criar as jogadas. O São Paulo teve boa atuação defensiva, sem dar muitos espaços para o rival, e ainda aproveitou falha de Willian Arão para marcar o terceiro, com Pablo, já aos 39. O volante flamenguista reclamou de falta de Daniel Alves na jogada, mas o árbitro de vídeo não chamou o juiz para revisar o lance.

O São Paulo chega embalado para a semifinal contra o Grêmio. Além de passar sobre o Flamengo na Copa do Brasil, o time tem o melhor aproveitamento dos pontos no Campeonato Brasileiro – está em terceiro lugar, com três jogos a menos do que o vice-líder Internacional e do que o líder Atlético-MG.

A boa fase do São Paulo empolga a torcida, que foi para frente do Morumbi e fez grande festa na chegada do ônibus e durante toda a partida. Apesar de bonitas, as imagens preocupam por causa da aglomeração de centenas de torcedores em meio à pandemia de coronavírus. A minoria usava máscara. (com Estadão Conteúdo)

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 3 X 0 FLAMENGO

SÃO PAULO – Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Diego Costa e Reinaldo (Léo); Luan, Sara (Hernanes), Igor Gomes (Vitor Bueno) e Daniel Alves; Luciano (Pablo) e Brenner (Tchê Tchê). Técnico: Fernando Diniz.

FLAMENGO – Diego Alves; Matheuzinho, Thuler (Pepê), Léo Pereira e Renê; Arão, Gerson, Arrascaeta (Lázaro); Vitinho (Pedro Rocha), Michael (Éverton Ribeiro) e Bruno Henrique (Lincoln). Técnico: Rogério Ceni.

GOLS – Luciano, a 1 e aos 10, e Pablo, aos 39 minutos do segundo tempo.
ÁRBITRO – Wilton Pereira Sampaio.
CARTÃO AMARELO – Gerson.
LOCAL – Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).

 

Diário do Ribeira / Gazeta SP

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DESTAQUES DO DIA

DESTAQUES DA SEMANA

Diego Maradona morre em casa aos 60 anos

O ex-jogador Diego Armando Maradona morreu nesta quarta-feira (25), aos 60 anos. O maior jogador da história do futebol argentino sofreu uma parada cardiorrespiratória em casa, em Tigre. Maradona havia recebido alta no dia 11

Leia Mais »