• Seja bem vindo ao Diário do Ribeira!
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

  • 8 de maio de 2021
  • 03:40

Terceira edição do Dia Mundial da Limpeza conta novamente com o Brasil e apresenta novidade de ação subaquática

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Em sua terceira edição, o Dia Mundial da Limpeza, ação criada em 2008 na Estônia, segue com objetivo de remover o lixo do meio ambiente. Tudo começou quando um grupo de 50 mil voluntários se mobilizou para limpar o país em 5 horas. A atitude chamou atenção e ganhou repercussão no resto do mundo.
Tal mobilização, que é considerada a maior ação cívica mundial, é retomada este ano e reúne mais de 180 países na causa, incluindo o Brasil.

Com slogan “Let’s Do It!”ou “Vamos fazer isso!”, a ação se espalhou pelo mundo e, em 2019, foram mais de 21 milhões de pessoas envolvidas na causa e realizando limpezas baseadas no mesmo modelo. No Brasil, foram 1200 cidades e mais de 320 mil voluntários.

Para 2020 e, por conta da Covid-19, a ação de 24h que acontece no dia 19 de setembro, apresenta o conceito “Eu cuido do meu quadrado”, cuja proposta é a de que os voluntários realizem ações práticas dentro de suas casas, limpezas ambientais, digitais e mentais. A ação é organizada pela parceria entre Instituto Limpa Brasil – Let’s do It! e Teoria Verde.

Devido à pandemia que atinge todo o planeta, a ação nesse ano está sendo diferente, porém, não menos importante. “Podemos considerar o formato do Dia Mundial da Limpeza deste ano como uma oportunidade única, uma vez que as pessoas estão mais dentro das suas casas e sendo a todo tempo lembradas sobre a importância de higienizar todas as embalagens dos produtos que adquirem e podendo dar conta da grande quantidade de resíduos que geram e serem por exemplo, estimuladas a separarem de forma adequada nas 3 frações como preconiza a Política Nacional de Resíduos Sólidos (reciclável, orgânico e rejeito), já que esta é uma das atividades sugeridas aos voluntários, além de outras atividades relevantes que são propostas como a eliminação do foco de dengue”, explica Edilainne Fernandes Pereira, Coordenadora Nacional do Instituto Limpa Brasil e coordenadora de mobilização nacional do Dia Mundial da Limpeza.

As principais orientações para este ano são que os voluntários mobilizem seus amigos, vizinhos, familiares a praticarem de dentro de suas residências as atividades propostas para o Dia Mundial da Limpeza e que após, esses novos hábitos sejam incorporados no seu dia da dia. “A estratégia digital também será fundamental e as trocas de experiências entre líderes nacionais que já realizaram a ação de limpeza em anos anteriores vêm agregar e motivar os novos líderes. É um movimento em plena expansão”, relata Jean Peliciari, diretor da Teoria Verde e também coordenador de mobilização nacional do Dia Mundial da Limpeza.

Este ano, o Dia Mundial da Limpeza traz como novidade a inclusão da limpeza dos oceanos. Uma força tarefa foi montada, unindo as principais agências certificadoras do mundo e as milhares de escolas de mergulho espalhadas pelo planeta, que foram convocadas e seus mergulhadores engajados. Trata-se do maior clean up conjunto do planeta.

Todos aqueles que participarem da ação, terão direito a um certificado de 15h e ainda ganharão moedas doadas pela Gooders, startup de engajamento social que oferece recompensas e fomenta negócios de impacto.

 

Diário do Ribeira

 

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DESTAQUES DO DIA