• Seja bem vindo ao Diário da Ribeira!
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Com dois gols de Nenê, Fluminense vence Corinthians no Maracanã

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Neste domingo (13), o Fluminense venceu o Corinthians por 2 a 1 no Maracanã. O time carioca recebeu o paulista pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. Nenê foi o responsável pelos gols do time carioca e Mateus Vital marcou o gol do Corinthians.

Com o resultado, Corinthians permanece com nove pontos na competição e corre risco de zona de rebaixamento. Já o Fluminense encosta no G-6, com 14 pontos.

O time carioca volta a campo para enfrentar o Atlético-GO, quarta-feira (16), pela Copa do Brasil, no Rio de Janeiro, enquanto o Timão pega o Bahia no mesmo dia, às 21h30 (de Brasília), na Neo Química Arena, pelo Brasileiro.

O MELHOR: NENÊ

O meia Nenê foi decisivo. Além de armar a maioria das jogadas e liderar o time em campo, o experiente meia abriu o marcador para o Fluminense mostrando raciocínio rápido e agilidade aos nove minutos de jogo, e fechou o placar em cobrança de pênalti aos 43 minutos do segundo tempo.

O PIOR: GABRIEL

O volante Gabriel não é eficiente para proteger a defesa e nem para iniciar as jogadas do time no meio-campo. O camisa 5 ainda conseguiu levar um cartão amarelo aos três minutos de jogo e está suspenso para o próximo jogo.

ESQUEMA NOVO, POSTURA VELHA

O Corinthians entrou em campo no esquema 4-1-4-1, com Gabriel na frente da zaga, Ederson e Cantillo por dentro, e Otero (esquerda) e Mosquito abertos (direita). No entanto, após sofrer o gol aos sete minutos de jogo, Coelho sacou Ederson para colocar Everaldo aos 17 minutos. Com isso, o time passou a atuar com Otero por dentro, e Everaldo e Mosquito por fora. Nada melhorou pela falta de qualidade técnica dos jogadores. Apesar de mudar o esquema tático, a postura foi a mesma: um time apático em campo. O Fluminense, por sua vez, se mostrou bastante organizado apesar de suas limitações técnicas.

OTERO SOLITÁRIO

Quando o assunto é vontade e tentativa de gol, o meia Otero é “solitário”. Assim como aconteceu contra o Palmeiras, o venezuelano foi o único jogador que causou perigo pelo Corinthians na partida. Mostrou vontade, tabelou, recebeu falta e bateu na direção do gol. Aliás, Muriel teve que grande defesa para evitar o gol de falta do meia.

CANETA E SAÍDA

Ederson ficou 17 minutos em campo e foi sacado do time mesmo com Gabriel pendurado com cartão amarelo. Há uma explicação, o volante demonstrou displicência em alguns. Em um deles, arriscou “caneta” no campo de defesa. O volante perdeu a bola e irritou torcedores nas redes sociais e possivelmente o técnico Coelho.

 

Diário do Ribeira/ Gazeta SP/ Folhapress

 

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DESTAQUES DO DIA