• Seja bem vindo ao Diário do Ribeira!
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

  • 8 de maio de 2021
  • 05:17

Teve gol do Gabigol: Flamengo vence o Santos na Vila

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Gabriel Barbosa festejou os 24 anos, completados neste domingo, com o gol que garantiu a vitória do Flamengo sobre o Santos, na Vila Belmiro, por 1 a 0, em jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Formado no time santista, o atacante poderia ter feito pelo menos mais três gols na partida.

Com a vitória, o Flamengo chegou aos oito pontos e supeerou o Santos, que permaneceu com sete. O jogo pode ser considerado de bom nível para o fraco desempenho das equipes brasileiras atualmente.

O Flamengo, de Domènec Torrent, não tem nada a ver com o de Jorge Jesus, mas mostra uma velocidade muito grande e organização para aproveitar os contra-ataques, enquanto o Santos, de Cuca, apesar da derrota, contou mais uma vez com a boa fase de Marinho e com o talento de Raniel.

O primeiro tempo foi um dos melhores do futebol brasileiro após paralisação por causa da pandemia do novo coronavírus. O Santos teve mais o domínio do jogo, com destaque para Marinho, articulador e finalizador de várias jogadas. Ele teve a boa companhia de Raniel e Felipe Jonathan.

No Flamengo, Domènec Torrent, mais uma vez, mostrou que não aprova Arrascaeta e Everton Ribeiro juntos em campo e, por isso, deixou o segundo no banco. O rubro-negro, ao contrário do ano passado, atuou uma postura de iniciar a marcação em seu campo e atuar apenas nos contra-ataques.

Foram várias as chances de ambos os lados. Em menos de dez minutos, três boas chances. Duas para o Santos, mas a mais perigosa com Michael, que poderia ter aberto o placar, aos seis minutos, mas mesmo sem goleiro, chutou para fora.

O Santos chegou a marcar duas vezes: com Raniel e Marinho, mas o VAR foi acionado e anulou os gols, irritando os jogadores e o técnico Cuca. O time de Vila Belmiro seguiu melhor e obrigou o goleiro Diego Alves a fazer pelo menos três boas defesas. Chute de Michael também parou nas mãos de João Paulo.

Além do bom futebol a primeira etapa também foi marcada por lances ríspidos, que levaram o árbitro goiano Wilton Pereira Sampaio usar cinco vezes o cartão amarelo e dar nove minutos de acréscimo. Foi nesse período que o Flamengo fez o seu gol.

Aos 50 minutos, Felipe Jonathan perdeu a bola para Gabriel na intermediária de ataque do Santos. Michael puxou contra-ataque muito veloz e tocou para Gabriel, dentro da área, bater firme: 1 a 0. Na comemoração, o atacante homenageou o ator norte-americano Chadwick Boseman, morto na última sexta-feira, vítima de um câncer de cólon. Na sequência, falou alguma coisa para Marinho e a confusão foi estabelecida. Até Cuca levou cartão amarelo.

No intervalo, Pedro Doria, membro do Comitê de Gestão do Santos, entrou no gramado para reclamar da arbitragem.

O jogo iniciou o segundo tempo igual. Chances para os dois lados, com o Santos na pressão e o Flamengo nos contra-ataques. Aos 17 minutos, Raniel bateu bonito da entrada da área e Diego Alves fez linda defesa, mas caiu de mal jeito, machucou o ombro e precisou ser substituído por César.

Mas a partir dos 20 minutos, os jogadores sentiram a parte física, que ainda não é a ideal após tantos meses de paralisação por causa da pandemia. Talvez este possa ter sido o motivo para Gabriel perder duas enormes oportunidades. Aos 22, recebeu de Everton Ribeiro na corrida e bateu para fora. Aos 23, o estreante Isla cruzou da direita e o atacante fez até pose para tocar na bola, mas errou o alvo.

Santos e Flamengo não repetiram o jogo históricos de 2011, vencido pelos cariocas por 5 a 4, com show de Ronaldinho Gaúcho e Neymar, mas proporcionaram algo melhor que as últimas atuações no Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 0 X 1 FLAMENGO

SANTOS – João Paulo; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan (Ivonei); Jobson (Jean Mota), Carlos Sánchez (Lucas Braga) e Diego Pituca; Marinho; Raniel (Kaio Jorge) e Soteldo. Técnico: Cuca.

FLAMENGO – Diego Alves (César); Renê (Isla), Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Thiago Maia, Gerson (Willian Arão) e Arrascaeta; Michael, Gabriel (Diego) e Bruno Henrique (Everton Ribeiro). Técnico – Domènec Torrent.

GOLS – Gabriel aos 50 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Wilton Pereira Sampaio (GO).

CARTÕES AMARELOS – Pará, Jobson, Renê, Gerson, Michael, Gabriel, Bruno Henrique, Willian Arão, Isla, Ivonei, Soteldo.

RENDA E PÚBLICO – Jogo disputado com portões fechados.

LOCAL – Vila Belmiro.

 

Gazeta SP / Estadão Conteúdo

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DESTAQUES DO DIA