• Seja bem vindo ao Diário do Ribeira!
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

  • 8 de maio de 2021
  • 04:23

Dólar tem maior queda semanal desde início de junho

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Num dia de volatilidade no mercado internacional, o dólar fechou a volátil sessão desta sexta-feira (24) em leve queda, depois de subir quase 0,8% mais cedo. A cotação alternou altas e baixas, em meio a temores sobre as relações entre Estados Unidos e China.

O dólar comercial encerrou o dia vendido a R$ 5,207, com recuo de 0,14%. Na semana, o dólar perdeu 3,26%, a mais forte desde a semana finda em 5 de junho. Em julho, a cotação recua 4,28%, mas acumula alta de 29,76% em 2020.

No exterior, o dólar bateu mínimas em quase dois anos, com avaliações de que a economia norte-americana pode perder ritmo em sua recuperação diante do aumento de casos de covid-19 no país. Esse temor voltou a pressionar as bolsas, além dos receios de potenciais impactos econômicos decorrentes de tensões entre Estados Unidos e China.

Bolsas

A instabilidade nos mercados externos refletiu-se na bolsa brasileira. O índice Ibovespa, da B3, também oscilou bastante ao longo do dia, até encerrar a sessão aos 102.382 pontos, com pequena alta de 0,09%. Na semana, o indicador caiu 0,49%, registrando a primeira perda semanal no mês.

 

Diário do Ribeira / Agência Brasil

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DESTAQUES DO DIA