• Seja bem vindo ao Diário da Ribeira!
  • Seja bem vindo ao Diário do Ribeira!
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Dólar volta a aproximar-se de R$ 5,40 em dia de volatilidade

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Em mais um dia de volatilidade no mercado financeiro, o dólar voltou a valorizar-se e encerrou no maior nível em oito dias. O dólar comercial fechou a quarta-feira (15) vendido a R$ 5,384, com alta de R$ 0,035 (+0,66%). A bolsa de valores subiu pelo segundo dia seguido e superou a marca dos 101 mil pontos pela primeira vez em quatro meses.

Embora tenha começado o dia em queda, o dólar passou a subir no início da tarde, até fechar próximo da máxima do dia. A divulgação de que a produção industrial nos Estados Unidos (EUA) aumentou 7,2% em junho fez a moeda norte-americana valorizar-se. A divisa acumula alta de 34,16% em 2020.

No mercado de ações, as bolsas continuaram a registrar ganhos. O índice Ibovespa, da B3 (a bolsa de valores brasileira), fechou o dia aos 101.790 pontos, com alta de 1,31%. O indicador seguiu a bolsa norte-americana. O índice Dow Jones, da bolsa de Nova York, subiu 0,85% nesta quarta.

Além da recuperação da economia dos EUA, o mercado financeiro foi influenciado pela divulgação de que o primeiro estudo em humanos de uma vacina contra covid-19 desenvolvida por um laboratório norte-americano teve resposta satisfatória em todas as 45 pessoas analisadas. Os testes em larga escala foram antecipados para o fim de julho.

Há vários meses, mercados financeiros em todo o planeta atravessam um período de nervosismo por causa da recessão global provocada pelo agravamento da pandemia do novo coronavírus. Nas últimas semanas, os investimentos têm oscilado entre possíveis ganhos com o relaxamento de restrições em vários países da Europa e em regiões dos Estados Unidos e contratempos no combate à doença.

 

Diário do Ribeira / Agência Brasil

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DESTAQUES DO DIA